Conecte-se conosco

Variedades

Old but gold: 6 procedimentos estéticos que nunca saem de moda

Publicado

em

Por mais novidades que a medicina traga em estética, alguns procedimentos nunca saem de moda e estão sempre entre os mais procurados por mulheres e homens. Claro que, com o avanço da tecnologia, aparelhos, técnicas e produtos estão em constante evolução, mas o objetivo principal deles, nunca muda.

A Dra Priscilla Lotierzo, médica especialista da Academia da Pele, elencou seis procedimentos que, vai ano e vem ano, estão sempre entre os mais procurados nos consultórios da Academia da Pele:

Peeling  – entre os benefícios dos peelings  estão: remoção de manchas; minimização de rugas e cicatrizes (incluindo as estrias), redução de poros dilatados e melhora do tônus, viço e da firmeza da pele.  Existem diversos tipos de peelings, desde leves até peelings profundos e os bons profissionais saberão recomendar qual o tipo certo pra você;

  1. Drenagem linfática – procedimento queridinho para ajudar na melhora da retenção de líquidos e diminuição dos edemas. Pode ser feito tanto por pacientes pós-cirúrgicos para acelerar a recuperação, quanto por pacientes que sofrem de constantes inchaços  como, gestantes;
  2. Botox – não é à toa que a toxina botulínica é o tratamento estético mais realizado no mundo todo, o número 1 do ranking. Dentre seus principais efeitos, promove a  suavização de rugas e marcas de expressão, deixando nossa aparência mais harmoniosa. Atualmente, tem sido cada vez mais buscado como forma de prevenção, não apenas para mulheres, mas para homens também, que gostam de se cuidar;
  3. Preenchimentos – diferente do botox, os preenchimentos não tem a intenção de paralisar os movimentos da face. Eles são usados para repor o volume perdido em regiões específicas do rosto, devolvendo o brilho e a juventude, e atenuando sulcos como o bigode chinês. Um dos usos mais modernos dos preenchedores é a harmonização facial.
  4. Blefaroplastia – o procedimento cirúrgico que consiste na retirada do excesso de pele e inchaço das pálpebras  é buscado por pacientes a partir de 40 anos que já se incomodam com a flacidez, com olheiras, aparecimento de bolsas de gordura e olhos gordinhos ou caídos. Com a pandemia e o uso de máscaras, o olhar vem ganhando mais atenção e vemos um aumento na procura por esse tipo de tratamento;
  5. Lipoescultura – é sempre uma das cirurgias plásticas mais procuradas. É a queridinha entre as mulheres por modelar o corpo, eliminar gorduras localizadas e devolver as curvas . Hoje, o perfil de paciente é bem variado e se tornou um dos procedimentos mais realizados por  homens também que recorrem ao procedimento para ajudar a definir os músculos.

“Gosto de ressaltar para  meus pacientes que é muito importante sempre buscar um médico especialista de sua confiança. São eles que podem  avaliar as necessidades individuais de cada corpo e ajudar a buscar o melhor tratamento para cada um. Infelizmente, no campo da estética, existem  muitos profissionais sem a  qualificação necessária para executar certos procedimentos e, até por isso, cobram um valor atraente. Pesquisar a formação técnica, a estrutura e todo o acompanhamento que o médico faz em cada caso, é fundamental para ter sucesso. Por mais simples que o procedimento possa parecer, se não for executado de forma correta, pode trazer consequências muito contrárias ao esperado”, explica a médica.

Sobre a Academia da Pele

Primeira healthtech brasileira criada para democratizar o autocuidado e trazer soluções no mercado de estética e saúde da beleza. Fundada pelo Cirurgião Plástico, Dr. Eduardo Kanashiro, tem sete unidades em São Paulo e está em constante expansão. O aplicativo está disponível para Android e iOs.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Mãe Cobra: A jornalista mais odiada pelos Influencers e subcelebridades de Salvador dá entrevista exclusiva ao Programa Conectadas

Publicado

em

Nascida em Salvador, na data de quatro de junho do ano de 1996, Lua Andrade é jornalista, com pós em marketing.

Na Boa Vista de São Caetano, bairro de Salvador, a jornalista iniciou sua vida na periferia. Desde o início de sua formação profissional, Lua já dava inicio as suas “cifradas” na rede social, Facebook. Logo após, deu continuidade no Instagram com atualmente mais de 50 mil seguidores, conhecida como “A cobra de Salvador” no perfil @viajecomluaa.

O encontro marcado para essa entrevista bombástica é dia 19/10/2021 às 20h direto do perfil de Reyce Veridian como a mediadora @reyce_veridian (a Jornalista do Povo) no Instagram, e as apresentadoras Cissa Chagas @cissachagasofc ( a Mulher Maravilha ) e Myli Maxx @mylimaxx ( a Bocuda ).

Continuar Lendo

Variedades

Como os artistas enfrentaram os impactos da pandemia

Publicado

em

Como os artistas enfrentaram os impactos da pandemia e como estão os projetos para o “novo normal”

Desde março do ano passado, a pandemia da Covid-19 mudou, de uma hora para a outra, a vida e o cotidiano de todo o mundo. E isso não foi diferente com o brasileiro.

Tão acostumados aos afagos, abraços, beijos e cumprimentos mais afetivos, repentinamente fomos obrigados a manter um afastamento das pessoas que gostamos, para que ninguém pudesse correr o risco de se contaminar com o vírus que matou milhares de pessoas em todo o mundo.

Diversos setores tiveram que parar suas atividades e profissionais se viram obrigados a simplesmente não poder fazer mais aquilo que mais amam, trabalhar no que gostam. À exemplo, a pandemia causada pelo novo coronavírus mudou radicalmente o cotidiano dos quase 10 mil brasileiros que viviam da renda obtida pelas suas apresentações sob a lona de um circo.

As cortinas tiveram de se fechar por tempo indeterminado e nem tão cedo, se sabia quando os picadeiros voltariam a ter a alegria e magia, que só um circo com seus espetaculares artistas, poderiam nos proporcionar. E então, tivemos palhaços, ilusionistas, mágicos, malabaristas e tantos outros profissionais das artes circenses vivendo de doações e da solidariedade de outras pessoas.

Giovanna Robatini , lygia beatriz e Jean chambre

Em alguns momentos para driblar a crise, os circos também tiveram de se readequar ao “novo normal” e começaram a fazer suas apresentações através de lives e espetáculos drive in, no intuito de arrecadar algum recurso para o seu sustento. Recursos esses que não eram suficientes.

O setor cultural indiscutivelmente foi um dos primeiros a sentir os impactos causados pela pandemia. Tivemos casas de shows, teatros, museus, zoológicos, cinemas, o circo já citado e outros espaços voltados para a arte e o entretenimento que ficaram sem qualquer possibilidade de poder reunir seus públicos.

Atores e atrizes viram nos Teatros, cadeiras vazias, cortinas fechadas e os palcos sem a montagem dos cenários e a iluminação necessária para poderem resplandecer seu brilho diante de seus espectadores.

E aqueles que se dedicam a fazer o bem em visitas em escolas, orfanatos, casas de acolhimento de idosos e demais comunidades, simplesmente tiveram de cancelar toda a agenda da solidariedade, para que ninguém pudesse sequer correr o risco de uma contaminação.

Em um bate-papo bem descontraído, o jornalista Adriano Santos conversou com representantes desses setores. Na entrevista, a artista circense Giovanna Robatini, sucesso no Circo encantado e os Atores Jean Chambre e Lygia Beatriz contaram como foi o impacto da pandemia em suas atividades, como se adequaram para poderem continuar trabalhando durante esse período e o que esperam com esse retorno gradativo das atividades.

Jean e Lygia aproveitaram também para falarem do novo filme animado que produziram, o “Bia & Jean – Nossa Vida é Uma Comédia” que está previsto para estrear no próximo dia 12 de outubro, Dia das Crianças.

Giovanna Robatini, que atualmente possui mais de 1 milhão de seguidores no tik tok, conta sobre a experiência no circo encantado :

“no começo foi bem complicado, nós ficamos mais de um ano parados sem nenhuma apresentação, mas agora está voltando….teve uma época em que fizemos  lives e espetáculos drive in, tivemos que nos reinventar”

Já Jean chambre, conta que levou os shows para o desenho animado, que já conta com mais de 1 milhão de Views e está disponível em vários países:

” atualmente fazemos um trabalho iniciado pelos Trapalhões, que levavam o circo para a televisão”

 

Confira o bate-papo na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=btDiVvMSpZE&feature=emb_title

 

Continuar Lendo

Variedades

A prática de Krav Magá nos grandes filmes da indústria

Publicado

em

Técnica é utilizada pelas vertentes da cultura pop e geek desde o início dos anos 2000

Com o avanço das tecnologias de filmes e videogames, os cenários fictícios estão cada vez mais verdadeiros. Os gigantes de bilheteria da Marvel, por exemplo, trabalham com efeitos especiais bem detalhados que oferecem aos críticos e aos fãs inúmeras cenas de luta e golpes totalmente reais.

Na criação desta nova onda cinematográfica, os stunts – dublês, em tradução livre – estão sendo cada vez mais procurados por roteiristas e diretores, e obtendo cada vez mais reconhecimento na indústria.

Para aplicar os golpes, o Krav Magá se tornou referência devido aos movimentos simples e rápidos que podem ser desempenhados por qualquer pessoa em qualquer idade.

“O Krav Magá não exige força física e se baseia nos movimentos naturais do corpo, com golpes curtos e rápidos que visam atingir os pontos sensíveis do corpo do oponente, sendo uma ótima opção para coreografar as cenas”, explica Avigdor Zalmon, presidente da Federação Internacional de Krav Magá.

Muitos sucessos de bilheteria no início dos anos 2000 já mostravam golpes de Krav Magá nos cinemas. Confira:

Nunca Mais (2002): Para interpretar uma esposa vítima de abusos e violência doméstica, Jennifer Lopez buscou aulas de Krav Magá para aprender movimentos de autodefesa. Ao ser questionada sobre a preparação física para o filme, a atriz ressaltou a confiança que as mulheres sentem ao praticar as aulas.

Busca Implacável (2008): O queridinho da Tela Quente apresenta o ator Liam Neeson no auge dos seus 56 anos utilizando movimentos de Krav Magá na maioria das cenas de luta. O sucesso do longa foi tão grande que garantiu mais outras duas sequências.

A Grande Mentira (2010): O filme foca na história de uma agente israelense do Mossad, interpretada por Jessica Chastain, que treinou os movimentos de Krav Magá durante 4 meses. Em entrevista, a atriz descreve a luta como uma forma de sobrevivência para conseguir se defender dos perigos e voltar para casa em segurança.

O Protetor (2014): Denzel Washington treinou com a unidade de elite da Marinha dos EUA para viver o personagem principal do filme. A maioria dos movimentos utilizava a prática de Krav Magá, as quais são facilmente reconhecidas em algumas cenas.

Splinter Cell – Conviction: A menção honrosa dos games vai para a Ubisoft, que em 2009 contratou um instrutor de Krav Magá para auxiliar no desenvolvimento das cenas de ação do jogo.

A Federação Internacional de Krav Magá realiza aulas híbridas e disponibiliza vídeos com aulas gratuitas em seu canal do YouTube e em suas redes sociais.

Através dos treinos da Federação Internacional de Krav Magá, o aluno aprende a se defender, superar o medo da violência e do bullying, recuperar sua autoestima e autoconfiança e andar mais seguro na rua.

 

Serviço
Federação Internacional de Krav Magá
https://www.kravmaga.org.br
Central de Atendimento (11) 97041-9797

Continuar Lendo

Destaque