Conecte-se conosco

Fique por dentro

Redução das taxas de vacinação contra HPV aponta para aumento de casos de câncer

Publicado

em

Imunizante oferecido pelo SUS para meninas e meninos ajuda a prevenir tumores diversos

A contaminação pelo vírus do papiloma humano, mais conhecido como HPV, é fator de risco para diversos tipos de tumor, tais como o câncer do colo de útero, o câncer de cabeça e pescoço – combatido na campanha ‘Julho Verde’ – e os que atingem outros órgãos, tais como pênis, canal anal, vulva e vagina. Contudo, desde o início da pandemia de covid-19, boa parte do público que deveria ter se vacinado contra o HPV não recebeu o imunizante. A vacina é disponibilizada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para meninas de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14, soropositivos e transplantados de 9 a 26 anos de idade.

Entre as razões que explicam a redução das taxas de vacinação contra o HPV estão o medo do contágio pelo coronavírus nos postos de vacinação, a falta de vacinas, a baixa confiança de algumas pessoas na eficácia e segurança do imunizante (atrelada ao movimento mundial antivacina) e a ausência de informações. De acordo com a oncologista Renata Cangussu, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica – Regional Bahia (Sboc-Ba) e integrante do Grupo Mulheres na Oncologia, se a vacinação contra o HPV não for retomada em massa rapidamente e se as outras formas de prevenção dos tumores forem negligenciadas teremos, num futuro próximo, uma epidemia de câncer no Brasil.

“Estamos muito preocupadas e por isso decidimos alertar a sociedade. Assim como estão cada vez mais conscientes sobre a relevância da vacina contra a covid-19, as pessoas precisam entender que abrir mão da imunização contra o HPV é um grande risco também”, declarou a oncologista. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 54,6% dos brasileiros entre 16 e 25 anos estão infectados com um dos mais de 150 tipos de HPV, sendo que 38,4% são portadores dos subtipos de alto risco, associados a algum tipo de câncer. A infecção pelo HPV é frequente, mas costuma ser transitória, regredido espontaneamente na maioria das vezes. Quando a infecção persiste e é causada por um tipo viral oncogênico, pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras que, se não forem tratadas, podem causar câncer.

Julho Verde – O movimento ‘Julho Verde’, em curso, chama a atenção da sociedade para a prevenção do câncer de cabeça e pescoço, o quinto mais incidente no Brasil tanto em homens quanto em mulheres e o nono mais comum no mundo. Esse tipo de tumor afeta língua e boca, laringe, faringe, seios paranasais, cavidade nasal, glândulas salivares, ossos da face e tireoide. Além de chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce, a campanha alerta para o fato de que a vacina anti-HPV contribui para reduzir o número de casos da doença.

Evitar o tabagismo (fumo) e o etilismo (álcool) são outras formas importantes de prevenir o câncer na cavidade oral. Outras formas de prevenção são: manter uma boa higiene bucal e evitar o uso de próteses dentárias mal adaptadas. Devido ao retardo no diagnóstico, a maioria dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço já são diagnosticados em estado avançado, quando as chances de cura são menores. Qualquer lesão ou caroço na boca, garganta ou pescoço que dure mais de três semanas merece uma investigação assim como rouquidão, dificuldade de engolir ou dor de garganta persistente.

Ultimamente, o aumento da incidência dos tumores de cabeça e pescoço entre os jovens tem chamado a atenção dos oncologistas. “Esse tipo de tumor acometia, basicamente, pacientes mais idosos, tabagistas e etilistas. Porém, nos últimos 30 anos, o vírus HPV tem contribuído para maior incidência em jovens. Uma das formas de contágio por essa infecção, em ambos os sexos, é a prática do sexo oral desprotegido e de relações sexuais com múltiplos parceiros. Pouquíssimas são as pessoas que relacionam o sexo seguro à prevenção do câncer”, pontuou Renata Cangussu.
Colo de Útero – O câncer de colo de útero em estágio inicial não apresenta sintomas, mas conforme a doença avança podem aparecer sangramento vaginal, corrimento e dor. Fatores ligados à imunidade, à genética e ao comportamento sexual parecem influenciar os mecanismos que determinam a regressão ou a persistência da infecção pelo HPV e também a progressão para lesões precursoras ou câncer. O tabagismo, o início precoce da vida sexual, o número elevado de parceiros sexuais e de gestações, o uso de pílula anticoncepcional e a imunossupressão (causada por infecção por HIV ou uso de imunossupressores) são considerados fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de tumor. A idade também interfere nesse processo, já que a maioria das infecções por HPV em mulheres com menos de 30 anos regride espontaneamente, ao passo que acima dessa idade a persistência é mais frequente.

Segundo Renata Cangussu, a prevenção deve ser feita mediante vacinação contra o HPV antes do início da vida sexual e por meio do exame preventivo (papanicolaou ou citopatológico), capaz de detectar as lesões precursoras. Quando as alterações que antecedem o câncer são identificadas e tratadas é possível prevenir a doença em 100% dos casos. O exame deve ser feito preferencialmente pelas mulheres entre 25 e 64 anos, que têm ou já tiveram atividade sexual. “Temos informações de que muitas mulheres deixaram de fazer o exame preventivo ginecológico em 2020 e 2021 por medo de coronavírus. Não adianta se proteger de uma doença e facilitar a chegada de outras. O autocuidado não pode parar, pois a covid-19 não deu férias ao câncer”, concluiu a presidente da Sboc-Ba.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro

Unentel e Hikvision anunciam parceria de distribuição

Publicado

em

O acordo visa ampliar o alcance das soluções de displays interativos e webcams da Hikvision no Brasil, com foco no mercado de Comunicações Unificadas e IoT

Reconhecida mundialmente como uma das maiores fabricantes de segurança, a Hikvision também conta com uma divisão que aplica a inovação em soluções para salas de reunião, salas de aula, auditórios e salas de treinamentos. A parceria estratégica com a Unentel Distribuição deve ampliar a integração da tecnologia em todo Brasil e consolidar a oferta de soluções de Comunicações Unificadas e IoT da empresa — que tem o legado de mais de 30 anos no mercado de TI, integrando soluções tecnológicas de voz, vídeo e dados para clientes em todo o território.

Uma das grandes novidades é a integração do display interativo inteligente Hikvision ao portfólio da Unentel. A solução, para apresentações dinâmicas, fornece funções como escrita inteligente, apresentação sem fio, compartilhamento de conteúdo para atender às demandas de uma variedade de cenários de salas de reunião e salas de aula. Com resolução 4K e tela óptica, que reduz o reflexo e permite a escrita fluente, o display interativo acompanha duas canetas para anotações diretamente na tela. A tecnologia Hikvision abre o campo de notas assim que a caneta é levantada.

“A parceria com a Unentel visa atender a crescente demanda do mercado brasileiro por tecnologias que facilitem o dia a dia de empresas e usuários. Nosso portfólio de Displays Interativos e Webcams atendem desde espaços de salas de reunião, salas de aula, auditórios, salas de treinamentos, entre outros. Nosso foco principal é promover a melhor experiência para o usuário; seja através de nossas webcams com resoluções de até 4K ou com nossos Displays Interativos que permitem uma maior colaboração dentro dos espaços de ensino e ambientes corporativos”, afirma Mario Ma, Presidente da Hikvision do Brasil.

“Ter a Hikvision no portfólio é uma escolha ao mesmo tempo simples, pois é uma marca que fala por si, e de grande impacto para ampliar nossa oferta de Soluções de Comunicações Unificadas e IoT. Estamos discorrendo sobre uma fábrica líder nos segmentos em que atua, onde qualidade e performance pautam cada produto desenvolvido. A Unentel está confiante que nossos revendedores irão, de imediato, absorver essa nova marca para oferecer as melhores soluções aos seus clientes. Esperamos realmente trazer os melhores resultados à Hikvision, fortalecendo sua atuação no mercado brasileiro”, celebra Vera Thomaz, Diretora de Vendas da Unentel Distribuição.

Atualmente, a Hikvision investe anualmente mais de 10% de receita anual de vendas em pesquisa e desenvolvimento para inovação contínua de produtos. Assim, muitas novidades devem ser entregues ao mercado brasileiro através da parceria com a Unentel.

Sobre a Unentel

Unentel Distribuição tem experiência de mais de 40 anos no mercado de TI, distribuindo soluções de vídeo, voz e dados para parceiros em todo o território nacional. Sua atuação engloba consultoria, confecção de projetos, treinamento de canais de vendas e desenvolvimento de mercado para fabricantes, com foco comprovadamente diferenciado.

Sobre a Hikvision

A Hikvision é uma provedora líder mundial de soluções de IoT, com o vídeo sendo a sua principal competência. A Hikvision fabrica um conjunto completo de produtos e soluções abrangentes para uma ampla gama de verticais. Além da indústria de segurança, a Hikvision amplia seu alcance para as indústrias de tecnologia doméstica inteligente, automação industrial e eletrônica automotiva para alcançar sua visão de longo prazo. Os produtos Hikvision também fornecem inteligência de negócios poderosa para usuários finais, o que pode permitir operações mais eficientes e maior sucesso comercial. A Hikvision agora possui mais de 40.000 funcionários, dos quais mais de 19.000 são engenheiros de P&D.

 

Continuar Lendo

Fique por dentro

Dia do Adolescente

Publicado

em

Dia do Adolescente: saiba o que as alterações hormonais causam na pele

O surgimento de cravos e espinhas é comum durante a puberdade e pode ser controlado com produtos específicos para pele oleosa

São Paulo, setembro/2021 – No próximo dia 21 de setembro é celebrado o Dia do Adolescente. A adolescência é um período marcado por mudanças principalmente no rosto e no corpo devido às alterações hormonais. O surgimento de cravos e espinhas é comum durante essa fase por conta da grande quantidade de hormônios, aumentando a produção de sebo. Ele é produzido pelas glândulas sebáceas, que age como lubrificante natural da pele e cresce de tamanho durante a puberdade ocasionando o aparecimento da acne.

 

A pele tende a ficar mais oleosa nesse período tornando a rotina de cuidados essencial. Lavar o rosto e usar produtos específicos para a pele com tendência a acne ajuda a controlar o seu aparecimento excessivo. Pensando nisso, Asepxia®, marca especialista na limpeza profunda da pele, possui produtos que controlam a oleosidade e o brilho, enquanto agem na redução e no auxílio à prevenção de cravos e espinhas.

 

A Linha Carvão Detox conta com produtos para serem utilizados nos passos diários para a limpeza da pele.

 

Água Micelar Carvão Detox Asepxia combina a tecnologia já conhecida das micelas com o poder de purificação do carvão ativado em uma fórmula oil-free, que limpa profundamente os poros de impurezas, poluição e oleosidade excessiva. O produto não agride e nem irrita a pele e reduz imediatamente a oleosidade sem ressecar.

 

Sabonete Carvão Detox Asepxia mantém a pele saudável, limpa e purifica diariamente, graças às propriedades do carvão ativado, um dos ingredientes de origem natural que mais absorvem poluição e oleosidade.

 

O próximo é o Gel Esfoliante Carvão Detox Asepxia que remove e ajuda a prevenir cravos e espinhas, além de limpar profundamente e purificar a pele, desobstruindo os poros e removendo células mortas, o que estimula a renovação celular.

 

Para fechar a rotina de skin care e purificação, uma máscara facial deixa a pele ainda mais saudável, como a Máscara Peel-Off Carvão Detox Asepxia, que purifica profundamente os poros, equilibra a oleosidade e remove os cravos. Pode ser usada na zona T (nariz e testa) ou em todo o rosto, mas apenas 1 vez por semana. Após a aplicação, é necessário deixar secar por cerca de 30 a 40 minutos e remover a película que se formou delicadamente de cima para baixo.

 

Toda a Linha Carvão Detox Asepxia® está à venda nas redes de farmácia e drogarias de todo o Brasil. Conheça mais da marca no link https://asepxia.com/br/

 

 

Carvão Detox

 

Água Micelar – Preço Sugerido: R$ 22,99

 

Sabonete em barra – Preço sugerido: R$ 13,99

 

Gel Esfoliante – Preço sugerido: R$26,99

 

Máscara Peel-Off – Preço sugerido: R$ 21,99

 

 

Siga: @asepxiabrasil

Sobre o Genomma Lab:

A Genomma Lab Internacional é uma multinacional de capital aberto, com operação na bolsa de valores do México, e que está presente em 18 países com o propósito de empoderar as pessoas a terem excelente saúde e bem-estar. No Brasil há mais de 10 anos, a companhia detém 16 marcas nos segmentos de Personal Care (cuidados pessoais) com as marcas: Cicatricure, Asepxia, Tio Nacho e Revie e OTC (medicamentos isentos de prescrição) com as marcas: Proctan, LaKesia, Lomecan e Liris.

 

Continuar Lendo

Fique por dentro

Setembro Amarelo: A Autocompaixão como importante antídoto contra o sofrimento

Publicado

em

O porquê de adolescentes estarem deprimindo cada vez mais e como os pais podem ensinar os filhos a serem autocompassivos motivaram pesquisa de Adriana Drulla

Autora da pesquisa “Transmissão Intergeracional da Autocompaixão”, Adriana Drulla, mestre em Psicologia Positiva pela Universidade da Pensilvânia, Estados Unidos, explica que uma das motivações de seu estudo foi buscar entender porque adolescentes se deprimem cada vez mais. Uma das grandes questões na adolescência hoje é o aumento da comparação social, tanto por conta das redes sociais quanto porque hoje os pais, a escola e a sociedade têm maiores expectativas com relação às crianças. Essa sensação de ter que atingir expectativas altíssimas para se sentir bom o suficiente é um dos fatores que contribui para o aumento da depressão nesta faixa etária.

Uma segunda pergunta que motivou Adriana foi o que os adolescentes precisam aprender para entenderem que não precisam se comparar com ninguém ou atingir nenhuma expectativa para saberem que têm valor. Como fazer para que eles aprendam que têm valor intrínseco. E foi quando ela descobriu trabalhos que apontam a autocompaixão como um antídoto para este foco excessivo na competição e destaque.

Adriana destaca a importância da autocompaixão na etiologia dos pensamentos suicidas e de automutilação. “Jovens com baixa autocompaixão, são mais propensos a terem sofrimento psicológico, como por exemplo depressão, ansiedade e distúrbios alimentares. Eles também reportam maior uso de álcool, automutilação e ideação suicida em comparação com aqueles que têm maior autocompaixão”.

Mas o que seria a autocompaixão e como praticá-la? A autocompaixão, é mais do que a ausência de autocrítica. Em vez disso, é um processo no qual os indivíduos têm a intenção e motivação para adotar e aplicar uma mentalidade compassiva em relação a si mesmos. “Por exemplo, a aceitação das falhas/dificuldades pessoais em vez de criticá-las; ter uma consciência clara sobre pensamentos, emoções e experiências que são emocionalmente dolorosas; e adotar ativamente uma postura gentil e de apoio com relação a si mesmo, em vez de se julgar severamente por esses eventos. Além disso, implica reconhecer que o fracasso é algo que todos experimentam, em vez de se sentirem isolados, sozinhos ou inferiores”, explica a especialista.

E como será que os pais podem ensinar os filhos a serem autocompassivos? “Na minha pesquisa, feita nos Estados Unidos com 246 pares de mães e filhos,  descobri que mães autocompassivas têm filhos mais autocompassivos e estas crianças se sentem mais conectadas às suas mães. Além de ensinar pelo exemplo, o que acontece quando somos gentis com as nossas imperfeições e nos tratamos com cuidado é que nos tornamos mais saudáveis emocionalmente, menos reativos, conseguimos nos conectar com o jovem de uma forma mais profunda. Por exemplo, conseguimos usar a nossa própria experiência para mostrar ao jovem que às vezes também temos dúvidas, é normal nos sentirmos inadequados e inseguros. A partir desta conexão, normalizamos para o adolescente as suas dificuldades, facilitando o entendimento de que imperfeições são naturais e esperadas, não sinais de inferioridade. Como consequência, o jovem consegue se aceitar e entender que tem valor pelo que ele é, defeitos inclusos. Por isso fica mais fácil ser gentil consigo mesmo diante do sofrimento”.

Quando o adolescente se apoia diante da dificuldade, ele se sente mais confiante e corajoso para lidar com os desafios e superá-los. É por isso que as pesquisas mostram que jovens autocompassivos lidam melhor com o estresse, se automutilam menos, têm melhor performance acadêmica, e melhores relacionamentos. “Pelo contrário, quando o jovem se ataca pelos seus erros, ele conclui que é inadequado e incompetente. Isso rouba a coragem e autoconfiança necessários para superar obstáculos. A forma que os pais vêem os próprios erros serve como exemplo para o adolescente. Mais do que isso, o relacionamento que os pais têm consigo influencia a capacidade de ajudar seus filhos a lidar com as dificuldades naturais da idade. A autocompaixão envolve a capacidade de fornecer suporte emocional a si mesmo, enfrentando desafios e adversidades com maior perspectiva e com a compreensão de que as dificuldades são comuns a todas as pessoas.”

Sobre Adriana Drulla: Adriana Drulla é Mestre em Psicologia Positiva pela Universidade da Pennsylvania (EUA), e pós graduada em Terapia Focada em Compaixão pela Universidade de Derby (Inglaterra). Estudou com Martin Seligman, psicólogo fundador da psicologia positiva e com Paul Gilbert, psicólogo criador da Terapia Focada em Compaixão. Formada em Conscious Parenting por Shefali Tsabary, psicóloga referência em parentalidade, é também especialista em Mindfulness pela Universidade da Califórnia, em San Diego (EUA). Adriana é autora de um estudo que correlaciona autocompaixão de pais e filhos adolescentes em publicação nos Estados Unidos. É autora dos podcasts Crescer Humano, onde fala sobre psicologia, e Mente Compassiva, onde publica meditações para o desenvolvimento da autocompaixão.

Perfil no Instagram: https://www.instagram.com/adrianadrulla/?hl=pt-br

 

Continuar Lendo

Destaque