Conecte-se conosco

Boas notícias

Reconstrução mamária e mitos da cirurgia

Publicado

em

A maioria dos pacientes com câncer tem indicação para reconstrução de mama!

Cirurgião plástico Dr. Diogo Coelho explica os diferentes tratamentos pós cirurgia ou quimioterapia

 

Olhar no espelho após a mastectomia (a remoção cirúrgica parcial ou total da mama) nem sempre é fácil, infelizmente. Além de todos os sintomas e efeitos colaterais do pós-operatório e terapias complementares como queda de cabelo e enjoos, a paciente oncológica ainda tem que lidar com o estresse e angustia de ter vivenciado essa situação e com sua autoestima, que fica abalada sem dúvida.

 

Mas a grande maioria das mulheres que passa pelo procedimento tem indicação para a reconstrução mamaria, sabia? Essa decisão deve ser conversada com o médico e cada paciente precisa ser avaliada para saber qual será a melhor técnica para seu caso.

 

Dr. Diogo Coelho aproveita o Outubro Rosa para explicar melhor os diferentes tipos de cirurgia após o diagnóstico de câncer. O médico tem especialização e vasta experiência clínica no Hospital Pérola Byington de São Paulo, em Cirurgia Reconstrutora da Mama.

 

Vale destacar que reconstrução mamária envolve a força tarefa de vários especialistas que vão trabalhar em conjunto para a reabilitação integral da mulher. Como prioridade também, informá-la sobre riscos e sequelas de cada procedimento. A conversa começa desde o acompanhamento do diagnóstico pelo oncologista, a retirada do tumor (que feita pelo mastologista), em seguida a reconstrução mamária por um cirurgião plástico.

 

Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), cerca de 70% das pacientes oncológicas precisam recorrer a mastectomia. Diante desse cenário e dos números alarmantes de novos casos todos os anos, a decisão da técnica escolhida dependerá, primeiramente, do estágio no qual a doença se encontra.

 

 

“A minha meta diria é cuidar da autoestima da mulher. Com os avanços da medicina nesta área, é possível apresentar alternativas efetivas para que a paciente tenha qualidade de vida física e emocional. Dessa forma, a reconstrução mamária pode ser realizada com diferentes técnicas, por exemplo, com os expansores de tecido, que estão sendo cada vez mais utilizados. Já os implantes de próteses também podem ser colocados no mesmo dia da cirurgia, dependendo do caso”, explica Dr. Diogo.

 

 

Outra técnica que o cirurgião plástico utiliza são os retalhos de pele de músculo que podem vir do abdômen, das costas ou até mesmo do glúteo, para dar naturalidade para as mamas e sem muitos riscos pós- operatórios.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boas notícias

‘A Arte É Quem Somos’ com o cantor Waal ao Por do Sol na Varanda do SESI Rio Vermelho

Publicado

em

Ao por do sol do domingo, 12 de dezembro de 2021, às 17h, na Varanda do Sesi Rio Vermelho, o cantor Waal apresenta o show ‘A Arte é quem somos’ com estilo que caminha do clássico ao emblemático, conduzindo o show com uma impactante interpretação de músicas que transitam entre a mpb e o pop internacional, em uma grande mistura de influências culturais e ritmos, com um ‘feeling’ que transcende abrangendo o seu público, levando a sua mensagem de forma forte, acolhedora e iluminada. “A Arte é uma ferramenta criada pela alma para transformar em mensagem o que sentimos, o que vivemos e, sobretudo, quem nós somos.” diz Waal. O show traz como músico acompanhante o violonista e arranjador Lael Póca Zói e conta com as participações especiais dos cantores e violonistas Meg e Jorge Sousa, quando juntos interpretam o melhor da música popular brasileira, numa parceria Hessel Produções, Siri Produções, Waal Studios, Jack Comunica, Comida de Varanda e Teatro SESI Rio Vermelho / FIEB.
O Centro Cultural SESI Rio Vermelho segue todas as normas e diretrizes dos órgãos de saúde com o uso obrigatório de máscara, distanciamento entre mesas, entre outros.

O couvert artístico custa R$20,00.
Reserva de Mesa: Tel.: (71) 9.9160-9140.
Wallace Lima – conhecido como Waal, tem formação em balé e atualmente desenvolve sua veia artística unindo o canto e a fotografia. Iniciou sua história com a música ainda muito jovem e aos 16 anos ingressou no grupo de vocal performático ‘Vozes do Engenho’ onde residiu por 5 anos, tendo como referências artistas como Queen, Michael Jackson, Amy Winehouse, Whitney Houston, Elis Regina, Ney Matogrosso, Jorge Vercilo, Gloria Groove, entre outros. Participou de projetos como ‘Boca de Brasa’, ‘Pra te lembrar do Badauê’, ‘Pôr do Solar’, entre diversas outras experiências como dublagens e interpretações performáticas.

Serviço:
O que: show ‘A Arte é quem somos’ do cantor Waal
Quando: Dia 12/12/2021, domingo
Horário: às 17h, ao por do sol
Couvert: R$20,00
Onde: Varanda do SESI Rio Vermelho
Endereço: Rua Borges dos Reis, 09 – Rio Vermelho.
Parceria: Hessel Produções, Siri Produções, Jack Comunica, Waal Studios, Comida de Varanda e Teatro SESI Rio Vermelho / FIEB.
Informações e Reserva de Mesa: Tel.: (71) 9.9160-9140.

Continuar Lendo

Boas notícias

ANTHONY CARRERA assina contrato com a ONErpm e lança EP

Publicado

em

Novidade foi comunicada pelo artista nesta sexta-feira (03)
O cantor paulista de pop sertanejo ANTHONY CARRERA assinou contrato com
o selo nacional ONErpm , também responsável pela carreira de artistas como
Lucas Lucco e Pericles. “É uma oportunidade única para crescer ainda mais
como artista e é uma honra fazer parte desse casting “, confirma o cantor, que
também ressalta enxergar a importância da gravadora no mercado fonográfico.
Atualmente, o artista acumula sucessos como “La ultima noche ” e “Bijuteria “,
além de somar mais de 130 mil seguidores no Instagram.
E hoje tem mais uma novidade de ANTHONY CARRERA. O lançamento do EP
“Pra todo mundo ouvir “, um compilado dos singles que ele já lançou e mais
uma inédita, “ Lua de mel ”. A música vem com uma vibe ainda mais romântica.


“ VAMOS OLHAR O ARCO-ÍRIS NO CÉU
E COLORIR CADA GOTA QUE CAIR NO PAPEL, SER UM LÁPIS DE COR
DESENHAR NOSSO AMOR
VIVER UMA LUA DE MEL…”
A letra da canção fala de uma história de amor real que muita gente vai se
identificar.
O EP também traz os sucessos “ Resposta para o amor “, “ Cuidando de mim ”,
“ Amor sem fim” e “Pra todo mundo ouvir “, todas autorais de ANTHONY.
Agora, o cantor, compositor, instrumentista, arranjador, assinou com o novo
selo ONErpm e chega no mercado numa nova fase com um olhar repleto de
surpresas sobre a vida e seus projetos para a estrada e shows.
“Esse EP é uma vitória, um desafio e uma celebração de um novo tempo, que
não vejo a hora de viver. É um eterno recomeço”, avisa ANTHONY.
Acompanhe Anthony Carrera nas redes sociais @anthonycarreraoficial
Ouça aqui:
https://onerpm.link/pratodomundoouvir

Continuar Lendo

Boas notícias

90% dos carcinomas pele- Dezembro Laranja

Publicado

em

A campanha Dezembro Laranja – criada em 2014, tem como meta sensibilizar as pessoas sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de pele, pois são cerca de 180 mil novos casos ao ano no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).
Esse é tipo de mais comum, correspondendo a cerca de 27% dos tumores malignos. Os três principais tipos de tumores são o basocelular, o espinocelular e o melanoma, sendo que cada um desse pode ter um tipo de agressividade, velocidade de crescimento e risco de metástase, o que pode levar a tipos diferentes de tratamento.
A chave do tratamento é prevenção, mas as técnicas cirúrgicas também permitem uma recuperação rápida e segura na maioria dos casos.
“Todo câncer tem que ser tratado precocemente para não haver lesões mutilantes, principalmente, em regiões de mais exposição do corpo, gerando muito desconforto e tristeza aos pacientes. 90% dos carcinomas são basocelulares ou espinocelulares e esses necessitam de cirurgia. A boa notícia é que temos tratamentos efetivos, depende de cada caso, localização e da extensão do tumor”, explica Dr. Diogo Coelho.
Segundo o cirurgião plástico, a maioria das técnicas pode ser feita em consultório ou clínicas especializadas. Os tumores mais avançados podem necessitar de tratamentos cirúrgicos de maior porte ou quimioterápico. Entre as cirurgias, estão:
•    Biópsia, no qual se retira pequena parte ou toda a lesão da pele, muito utilizada para pequenas lesões ou lesões maiores para se fazer o diagnóstico anátomo-patoligico.
•    Cirurgia de Mohs –  para cânceres de pele com alto índice de recidiva (volta da doença após o tratamento) ou quando a meta é poupar o máximo possível de pele saudável, como exemplo, os cânceres próximos dos olhos, rosto, dedos e orelhas.
Dr.Diogo explica que a Cirurgia de Mohs é demorada e bem complexa, mas com bons resultados. Nela, remove-se a camada da pele que pode ter sido afetada pelo tumor e, em seguida, é feito um mapeamento minucioso de toda essa amostra por meio de um microscópio. A pele é retirada quantas vezes for preciso até não haver mais vestígios de células tumorais.
“ Já os tumores grandes, temos que usar enxertos com retalho de pele que, além de auxiliar na cicatrização, recupera a aparência estética da região”, finaliza o especialista.

Continuar Lendo

Destaque