Conecte-se conosco

Novidades

NVIDIA Enterprise lança Omniverse

Published

on

NVIDIA Enterprise lança Omniverse, plataforma de colaboração e simulação de design para empresas

Principais fabricantes de computadores lançam workstations e NVIDIA-Certified Systems para Omniverse; BMW, Ericsson, Foster + Partners e WPP são algumas das primeiras empresas a adquiri-los  

A NVIDIA Enterprise lança a NVIDIA Omniverse Enterprise, a primeira plataforma de tecnologia do mundo que oferece colaboração em tempo real em um espaço virtual compartilhado a equipes mundiais de design 3D que usam vários conjuntos de softwares.

Com NVIDIA Omniverse Enterprise, equipes de produção 3D, que geralmente são grandes, apresentam habilidades diversas e estão em diferentes lugares, podem colaborar em projetos complexos com facilidade. Em vez de realizar reuniões presenciais ou trocar e fazer iterações em arquivos grandes, designers, profissionais e revisores podem trabalhar simultaneamente em um mundo virtual de qualquer lugar e em qualquer dispositivo.

Algumas das equipes de design mais sofisticadas do mundo, como as das empresas BMW Group, Foster + Partners e WPP, são as primeiras a avaliar o NVIDIA Omniverse Enterprise. O lançamento ocorre três meses após a disponibilização da versão Beta aberta da plataforma para pessoas, com download feito por quase 17 mil usuários.

“De tempos em tempos, as tecnologias se unem para criar algo totalmente novo, e Omniverse é uma dessas invenções. Baseada em todo o portfólio da NVIDIA, a plataforma permite criar e simular mundos 3D virtuais compartilhados que obedecem às leis da física. As aplicações imediatas de Omniverse são incríveis, desde a conexão de equipes de design para colaboração remota até a simulação de gêmeos digitais de fábricas e robôs. O metaverso da ficção científica está se tornando realidade”, afirma Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA.

“A pandemia de Covid-19 acelerou o desenvolvimento do trabalho remoto, mas para muitas profissões ainda era necessário ir até o escritório por necessitar de máquinas com alto desempenho. A nova plataforma Omniverse revoluciona todos os mercados ao permitir que se tenha acesso ao projeto em qualquer lugar, com qualquer máquina, além da possibilidade de ter mais de uma pessoa trabalhando no mesmo arquivo ao mesmo tempo. É o conceito do futuro que poderá revolucionar muitos mercados regionais pela acessibilidade”, explica Marcio Aguiar, diretor da NVIDIA Enterprise para América Latina.

Omniverse Enterprise é uma nova plataforma que vem com o servidor NVIDIA Omniverse Nucleus, responsável pelo gerenciamento do data base compartilhado entre os clientes, e os conectores NVIDIA Omniverse, plug-ins para as principais aplicações de design do setor.

Também vem com duas aplicações para usuários finais: NVIDIA Omniverse Create, que acelera a composição de cenas e proporciona a montagem, a iluminação, a simulação e a renderização interativas de cenas em tempo real, e NVIDIA Omniverse View, que possibilita o design colaborativo e a visualização fácil de projetos arquitetônicos e de engenharia com renderização fotorrealista. O software NVIDIA RTX™ Virtual Workstation (vWS), que também faz parte da plataforma, oferece aos colaboradores a liberdade de usar aplicações 3D com muitos gráficos em qualquer lugar.

Omniverse Enterprise foi testado e otimizado para ser usado em notebooks e desktops NVIDIA RTX, além de NVIDIA-Certified Systems™ na plataforma NVIDIA EGX™. Assim, é possível implementar a ferramenta em organizações de todos os portes, de pequenos grupos de trabalho que usam desktops e notebooks locais a equipes espalhadas pelo mundo que acessam o data center por meio de vários dispositivos.

Líderes mundiais adotam Omniverse

Mais de 400 empresas avaliaram o Omniverse nos últimos 2 anos. Confira alguns exemplos:

O BMW Group é o primeiro fabricante de automóveis a usar o NVIDIA Omniverse para projetar uma réplica digital completa de uma fábrica inteira. Milhares de planejadores, engenheiros de produto, gerentes de unidades e especialistas em metodologia lean na rede mundial de produção podem colaborar em um único ambiente virtual para projetar, planejar, simular e otimizar sistemas de manufatura extremamente complexos antes da construção da fábrica ou da integração de um novo produto.

“Com NVIDIA Omniverse e a IA da NVIDIA, conseguimos simular todas as 31 fábricas em nossa rede de produção. Todos os elementos do modelo de fábrica completa, como funcionários, robôs, edifícios e peças de montagem, podem ser simulados para possibilitar vários casos de uso com IA, como planejamento de fábrica virtual, robôs autônomos, manutenção preditiva e análise de Big Data. Essas inovações reduzirão o tempo de planejamento, aumentarão a flexibilidade e a precisão e, no final, proporcionarão processos de planejamento 30% mais eficientes. Omniverse é uma ferramenta revolucionária que está definindo o padrão para plataformas de colaboração do setor”, declara Milan Nedeljkovic, membro do conselho de gerenciamento da BMW AG, responsável pela produção.

A Industrial Light & Magic está avaliando o Omniverse para diversos workflows possíveis, mas principalmente para reunir conteúdo criado em várias aplicações tradicionais e possibilitando a colaboração simultânea entre equipes distribuídas pelo mundo. Omniverse pode eliminar os obstáculos técnicos que antes impediam o processo criativo, facilitando a tomada de decisões em tempo real em todas as disciplinas.

Foster + Partners, empresa de design arquitetônico e engenharia do Reino Unido, implementou o Omniverse para oferecer um design colaborativo fácil e recursos de visualização a equipes espalhadas por 14 países. “O Omniverse é uma plataforma revolucionária que permitiu que nossos designers colaborem e visualizem várias alterações de design em uma cena simultaneamente usando o software de preferência deles. Como podemos analisar as opções de design em paralelo, temos muito mais tempo para o design criativo e a visualização. A integração de tecnologias inovadoras, como o machine learning, trará outras oportunidades que ajudarão no processo criativo no futuro.”, explica Martha Tsigkari, parceira do Applied Research and Development Group da Foster + Partners.

A WPP, a maior organização de serviços de marketing do mundo, está usando a plataforma NVIDIA Omniverse para substituir os métodos tradicionais de produção no local por uma produção totalmente virtual e, assim, reinventar o processo de criação de conteúdo publicitário. Quando as restrições da pandemia entraram em vigor, a equipe da WPP teve dificuldade em gravar comerciais para clientes presencialmente. Ela usou a plataforma NVIDIA Omniverse para projetar, criar e simular de modo colaborativo uma floresta virtual fotorrealista sem precisar de gravações físicas.

“A Hogarth, especialista mundial de produção de conteúdo da WPP, é a maior do mundo. Organizamos mais de 1,5 mil gravações por ano para nossos clientes. Omniverse melhorou a forma como trabalhamos. Com isso, vários artistas de diferentes etapas do pipeline podem colaborar em uma única cena virtualmente ao mesmo tempo e de qualquer lugar do mundo, além de reduzir significativamente nossa pegada de carbono e permitir a produção sustentável”, comenta Richard Glasson, CEO Global da Hogarth.

A Ericsson, empresa líder de telecomunicações, está usando a plataforma Omniverse para simular e visualizar futuras redes 5G. “A plataforma NVIDIA Omniverse possibilita que nossas equipes observem virtualmente as características geográficas únicas de cada cidade, seja San Francisco e suas montanhas ou Frankfurt e seus arranha-céus, e o impacto delas no desempenho da rede de rádio”, afirma Joakim Sorelius, diretor de redes das unidades de desenvolvimento da Ericsson. “Com nossa ampla experiência em simulação e as visualizações impressionantes do Omniverse, elevaremos a análise da rede de rádio a um novo patamar, gerando informações que garantam que os clientes tenham a melhor experiência possível com o 5G. Para nós, Omniverse é o futuro da colaboração e do planejamento”, complementou.

A Activision Publishing, Inc., está usando os recursos de pesquisa com IA de NVIDIA Omniverse em seus games premiados e de sucesso para que profissionais, desenvolvedores e designers possam explorar, de modo intuitivo, grandes bases de dados de materiais 3D não identificados usando textos ou imagens.

Criando o metaverso: padrões abertos e interoperabilidade

Os setores 3D do mundo estão contribuindo significativamente para a criação do metaverso, um grande mundo virtual compartilhado, adotando frameworks de arquivos abertos, como o Universal Scene Description da Pixar, e investindo na interoperabilidade entre aplicações de software. O ecossistema do NVIDIA Omniverse continua crescendo, conectando aplicações líderes de empresas de software como Bentley Systems, Adobe, Autodesk, Epic Games, ESRI, Graphisoft, Trimble, McNeel & Associates, Blender, Marvelous Designer, Reallusion e wrnch Inc.

Bentley Systems, a empresa de software de engenharia de infra-estrutura, anuncia que está trazendo réplicas digitais de infraestrutura para o NVIDIA Omniverse. A Bentley é a primeira a usar os recursos de renderização em tempo real, IA e simulação de NVIDIA Omniverse.

Em nvidia.com/omniverse, você encontra a lista completa dos parceiros de software.

Disponibilidade

O software NVIDIA Omniverse Enterprise está disponível por assinatura e inclui os serviços de Suporte Empresarial da NVIDIA. A rede de fabricantes de computadores líderes parceiros da NVIDIA, como ASUS, BOXX Technologies, Cisco, Dell Technologies, HP, Lenovo e Supermicro, estão suportando NVIDIA Omniverse Enterprise.

Sobre a NVIDIA

Com a invenção da GPU pela NVIDIA (NASDAQ: NVDA), em 1999, redefinimos os gráficos de computadores modernos e revolucionamos a computação paralela. Mais recentemente, o deep learning com base em GPU deu início à inteligência artificial moderna — a próxima era da computação — com a GPU atuando como o cérebro dos computadores, robôs e carros autônomos que podem perceber e compreender o mundo. Saiba mais em http://nvidianews.nvidia.com/

Acesse também:

Site oficial da NVIDIA no Brasil: https://www.nvidia.com/pt-br/

Facebook: @NVIDIABrasil

Twitter: @NVIDIABrasil

# # #

Algumas declarações neste comunicado à imprensa, incluindo, entre outras, declarações sobre: recursos, desempenho, vantagens, impacto e disponibilidade do NVIDIA Omniverse Enterprise, inclusive as aplicações NVIDIA Omniverse Create e NVIDIA Omniverse View; o design de edifícios, fábricas, carros e produtos envolvendo cada vez mais equipes amplas e espalhadas por vários locais; a integração de tecnologias futuristas que trará mais oportunidades para auxiliar o processo criativo e os setores 3D do mundo realizando grandes avanços na construção do metaverso são declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas que podem ter resultados substancialmente diferentes das expectativas. Entre os fatores importantes que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes estão as condições econômicas globais; nossa dependência de terceiros para fabricar, montar, empacotar e testar nossos produtos; o impacto do desenvolvimento tecnológico e da concorrência; o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias ou melhorias nos já existentes; a aceitação de nossos produtos ou de produtos de nossos parceiros no mercado; defeitos de software, projeto ou fabricação; mudanças nas preferências ou nas demandas do consumidor; mudanças nas interfaces e nos padrões do setor e perda inesperada de desempenho de nossos produtos ou tecnologias quando integrados a sistemas, bem como outros fatores detalhados regularmente nos relatórios mais recentes apresentados pela NVIDIA à Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio (SEC, Securities and Exchange Commission), incluindo, mas não limitado a, seu relatório anual no Formulário 10-K e os relatórios trimestrais no Formulário 10-Q. As cópias dos relatórios apresentados à SEC são publicadas no site da empresa e estão disponíveis na NVIDIA gratuitamente. Essas declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e são baseadas em fatos até esta data, e, salvo por determinação legal, a NVIDIA isenta-se de qualquer obrigação de atualizar tais declarações para refletir circunstâncias ou eventos futuros.

©2021 NVIDIA Corporation. Todos os direitos reservados. NVIDIA, o logotipo da NVIDIA, NVIDIA EGX, NVIDIA Omniverse, NVIDIA RTX e NVIDIA-Certified Systems são marcas comerciais e/ou marcas registradas da NVIDIA Corporation nos EUA e em outros países. Outros nomes de empresas e produtos são marcas comerciais das respectivas empresas às quais são associados. Os recursos, os preços, a disponibilidade e as especificações estão sujeitos a alterações sem notificação prévia.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades

Ergonomia no home office: Sharecare lista ações que podem ser adotadas

Published

on

pandemia pela Covid-19 nos trouxe desafios inéditos, tanto em nossa vida pessoal quanto na profissional. Para nos adequarmos a ela, modificamos a maneira como nos vestimos, portamos e, também, como trabalhamos. No entanto, embora essas adaptações sejam eficazes contra a Covid-19, elas também apresentam seus próprios desafios. A ergonomia no home office é um deles.

Com a popularização desse modelo de trabalho, estamos passando mais tempo sentados e na frente de computadores e smartphones. Se não tomarmos cuidado com nossa postura e ergonomia, a médio e longo prazo esses hábitos podem trazer prejuízos significativos.

Por isso, cuidar da ergonomia durante o home office é uma tarefa que vem ganhado cada vez mais relevância. Neste artigo, a Sharecare, líder em inovação e digitalização da saúde, explica por que você deve se preocupar com o tema e como cuidar da ergonomia durante e após a pandemia. 

O que é ergonomia?

O termo ergonomia resulta da junção das palavras gregas ergon (“trabalho”) e nomos (“lei natural”). O conceito, surgido no século XVII, compreende o estudo da relação do homem com os equipamentos em seu ambiente de trabalho.

De acordo com o dicionário Michaelis, a palavra era utilizada para descrever a interação homem-máquina até a década de 1970. A partir daí, com o surgimento de aparelhos mais sofisticados, a ergonomia se refere majoritariamente à interação homem-computador. Daí sua importância crescente, com a popularização do home office.

Por que se preocupar com a ergonomia no home office?

Desde a popularização da internet e dos computadores contemporâneos, o trabalho a distância vem crescendo gradativamente. O home office não é exclusivo da pandemia, embora seus índices tenham claramente aumentado durante esse período.

Apesar disso, não há ainda uma definição clara das leis trabalhistas específicas para o home office. De acordo com Ricardo Calcini, professor de Direito do Trabalho, esse modelo de serviço segue as normas do teletrabalho — que, este sim, consta na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

O teletrabalho é caracterizado, segundo o professor, pela “prestação de serviços realizada predominantemente fora das dependências da empresa com a utilização de ferramentas de tecnologia da informação e de comunicação”. Além disso, a Lei nº 12.551/2011 diz claramente que não há distinção entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador ou no domicílio do empregado.

De acordo com essa base legal, portanto, home office exige os mesmos direitos trabalhistas do trabalho presencial. Isso inclui a responsabilidade do empregador na manutenção da saúde de seus funcionários. Além disso, doenças e agravos derivados de uma ergonomia inadequada podem se caracterizar como doenças ocupacionais ou até acidentes de trabalho.

E, embora a ergonomia pareça uma preocupação excessiva, os números dizem o contrário: de acordo com um artigo da American Family Physician, distúrbios musculoesqueléticos são responsáveis por 33% de todas as doenças ocupacionais. Grande parte das condições que entram nessa categoria (como lombalgias e dores articulares) podem ser agravadas por uma ergonomia inadequada.

Dito isso, o estímulo à ergonomia correta durante o home office é mais do que um investimento em saúde: é também uma maneira de reduzir gastos na saúde e evitar complicações jurídicas para o empregador.

Quais ações de ergonomia adotar?

Embora a preocupação com a ergonomia seja de interesse mútuo, sua correção depende majoritariamente dos funcionários da empresa. Nesse cenário, cabe ao empregador instruir sobre boas práticas de ergonomia e estimulá-las.

A seguir, listamos algumas das principais ações que podem ser utilizadas nesse propósito. Confira.

Estimule a organização do ambiente de trabalho

Uma das principais medidas para melhorar a ergonomia é organizar o ambiente de trabalho para adequá-lo às posições corretas. É recomendado, por exemplo, que os ângulos articulares dos joelhos, quadril e cotovelos sejam aproximadamente de 90 graus. Além disso, devemos manter a coluna ereta e a visão no plano horizontal.

Lembre os funcionários de manter sua postura

Um ambiente de trabalho organizado e ergonomicamente adequado se torna ineficaz se a postura do funcionário não for mantida. Felizmente, a partir do momento em que adquirimos o hábito de sentar corretamente, conseguimos corrigir nossa postura inconscientemente. No entanto, é necessário recordar constantemente de corrigir a postura para atingirmos esse objetivo.

No home office, é possível utilizar lembretes espaçados para que os empregados corrijam sua postura. Eles podem ser enviados durante reuniões ou métodos corriqueiros de comunicação — como e-mails. Dessa maneira, você mantém o assunto sempre em alta e ajuda na criação desse hábito tão importante.

Inclua pausas na rotina

Mesmo com o home office, é comum manter a jornada de trabalho similar à presencial. Isso significa que o funcionário pode passar horas na mesma posição caso não haja pausas. Fisiologicamente, isso pode causar uma sobrecarga muscular e articular, predispondo às doenças ocupacionais.

Por isso, é importante estabelecer um planejamento de pausas na rotina, pensando na correção da ergonomia. Elas não precisam ser longas, a ponto de impactar na produtividade da equipe: alguns minutos por hora já possibilitam ao trabalhador mudar de cômodo, trocar sua posição ou realizar outra atividade rápida.

Preocupe-se com a iluminação

Diferentemente do que dita o senso-comum, a ergonomia não envolve apenas o sistema musculoesquelético: a iluminação também faz parte da interface homem-computador e, portanto, está inclusa no conceito. A deterioração visual também pode ser considerada uma doença ocupacional, se a iluminação não for adequada.

Por isso, mesmo no home office, é importante se preocupar com a iluminação do ambiente e estimular o trabalho em locais claros e arejados. Isso é especialmente importante em empresas que funcionam ou realizam reuniões em horários noturnos.

Indique apoios e móveis adequados

Atualmente, contamos com cadeiras, computadores, teclados e apoios cada vez mais adequados ao homem. Nas lojas, esses equipamentos são caracterizados como “ergonômicos” e geralmente são mais adequados a longas jornadas de trabalho.

Você pode estimular o uso desses apoios e móveis indicando os mais bem-avaliados ou certificados cientificamente aos funcionários. Outra boa ideia é organizar uma compra coletiva desses equipamentos na empresa, reduzindo seu custo e estimulando o uso.

A ergonomia no home office é uma preocupação geral durante a pandemia. Além de trazer benefícios à saúde dos funcionários, ela pode ajudar você a reduzir custos assistenciais e evitar problemas jurídicos. Com dicas simples e rotineiras, é possível melhorar a ergonomia e tornar o home office mais seguro e confortável para os funcionários da sua empresa.

Sobre a Sharecare:

Sharecare é o ecossistema da saúde que combina prevenção, atenção primária, telemedicina e soluções digitais, e que entrega resultados na saúde da população e na produtividade das empresas. Fundada em 2010, nos Estados Unidos, a empresa serve a mais de 70 milhões de pessoas no Mundo. No Brasil, a Sharecare está presente desde 2016, quando adquiriu a Healthways, empresa líder em gestão de saúde populacional.

Continue Reading

Novidades

Pizza Prime doa 1000 pizzas para profissionais da saúde em Santa Catarina

Published

on

Atuando na linha de frente do combate ao coronavírus, equipe recebe o carinho e agradecimento da rede que faz o melhor da pizza

Há mais de um ano, quando o primeiro caso do coronavírus foi detectado no Brasil, os profissionais da área da saúde atuam incansavelmente no atendimento de casos do Covid-19. Como forma de agradecimento a esses verdadeiros heróis, a Pizza Prime criou o projeto “1.000 Pizzas pelo Brasil”, no qual vai doar para hospitais públicos e privados as pizzas mais brasileiras do seu cardápio. A iniciativa é do fundador da rede, Gabriel Concon e conta com o apoio do time de franqueados, responsáveis por indicar as instituições beneficiadas e distribuir de forma gratuita e voluntária 20 pizzas por unidade. 

Em Santa Catarina, o projeto já entregou o melhor da pizza para profissionais do Hospital Marieta Konder Bornhausen, no Vale do Itajaí, Hospital Santo Antônio, em Blumenau, e Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. As doações foram realizadas pelos franqueados Lucio Casara, José Augusto Benetão Carvalho e Valéria Cristina de Matos, respectivamente. “Cada vida preservada é uma grande batalha vencida contra a maior crise sanitária que se alastra pelo país. Queremos agradecer àqueles que se dedicam de forma louvável e incessante em prol de todos”, declara Concon.

A Pizza Prime é a rede nacional de pizzarias que mais cresce no Brasil e está presente nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Amapá, Pará, Paraná e Santa Catarina.

SOBRE A PIZZA PRIME

Com quase 20 anos de mercado e cerca de 50 unidades, a rede Pizza Prime leva qualidade e sabor à casa dos clientes. A franqueadora conta também com uma Central de Produção e Distribuição, na cidade de Indaiatuba/SP, que tem por objetivo oferecer cursos e proporcionar a transferência de know how aos novos franqueados. Com ingredientes selecionados e atentos aos paladares, a rede investe em variedade de sabores regionais, como pizza de coração de galinha, iguaria muito demandada na região sul, e pizza de camarão com jambu, que atende o público em Macapá (AP), por exemplo. Antenada com as tendências, tem também opções veganas, além das adocicadas que fogem do senso comum, como pizza de cookies & cream e chocolate branco com caramelo flor de sal. Novata no franchising – se associou à ABF em 2019 -, a Pizza Prime tem por objetivo agora crescer de forma organizada e palatável pelo País. Para mais informações:  https://www.pizzaprime.com.br

Continue Reading

Novidades

Simony lança terceiro EP de “Resumo da Felicidade”

Published

on

Esta parte do projeto reúne 05 faixas nas plataformas digitais com videoclipes retirados do DVD gravado em Vinhedo, em São Paulo

Foto: Rogério Coruja

Simony lança hoje, 30, em todas as plataformas digitais, o terceiro EP com músicas gravadas no DVD “Resumo da Felicidade”. O registro em áudio e vídeo aconteceu em Vinhedo, interior de São Paulo. A cantora regravou músicas que fizeram parte de sua trajetória no ritmo de samba e algumas canções inéditas.

Neste EP contém cinco faixas e são elas: “Abstinência”, “Pra não ter que Sofrer”, “Cansou de ser forte”, “Meu Porto Seguro” e “Aviso Prévio “. “Resumo da Felicidade é um projeto muito importante para mim! Estou feliz e realizada em poder cantar e regravar diversas músicas que tenho tanto carinho em um novo formato, uma nova roupagem. Além, é claro, de contar com a minha nova equipe do escritório GR Shows” explica a cantora.

A produção musical é assinada por Valmir Borges, mas a edição de vídeo ficou por conta da GR Shows, escritório responsável pela carreira da cantora e outros artistas como Pixote, Belo e Turma do Pagode, a empresa está há 17 anos no mercado artístico e musical.

Ouça nas plataformas digitais: https://ps.onerpm.com/simony-ep03

Assista no canal oficial da cantora no YouTube:  https://www.youtube.com/c/SimonyCantora

Continue Reading

Destaque