Conecte-se conosco

Boas notícias

Lucas Ávilla – O sertanejo urbano e sem medo de misturar ritmos

Published

on

Com o single “Namorada Made In China”, o cantor e compositor paulista surge com um estilo próprio, bem-humorado e ligado ao romantismo

“Namorada Made In China” é o cartão de visitas sonoro de um novo cantor e compositor paulista que tem tudo para dar o que falar. Lucas Ávilla é mais uma prova de que a música sertaneja se expandiu a ponto de criar novos talentos até em grandes metrópoles onde este gênero musical demorou um pouco mais para se firmar.

Nascido na Zona Leste de São Paulo e radicado desde os 9 anos de idade em Itaquaquecetuba, município situado na região metropolitana de SP, Lucas surge com um single que traz o aval de nomes nobres.

A gravação foi feita no estúdio de Luiz Carlos Maluly, produtor de nomes consagrados como Bruno & Marrone, RPM e inúmeros outros, e com arranjo assinado por Marcos “Caixote” Pontes, com currículo repleto de grandes trabalhos ao lado de craques da música sertaneja.

O resultado é uma música dançante, com ágil alternância de ritmos, interpretação personalizada e uma letra que associa a inconstância de uma namorada ao suposto prazo curto de validade de alguns produtos chineses daqueles mais baratinhos.

“Quem me deu a ideia foi a minha irmã Lorena, brincando sobre um produto que veio com defeito e tem essa origem, e aí eu associei a um romance no qual a namorada não dá a devida atenção ao parceiro, pois só quer saber de ir a baladas, de não atender o celular etc”.

Biografia

Lucas Ávilla é o nome artístico de Demétrios Araújo Pereira, que nasceu no dia 29 de abril de 1998. Sua paixão pela música veio de pequeno, principalmente graças aos pais, Luciana e José Carlos, que ouviam de tudo. Isso também proporcionou a ele, desde cedo, não se limitar a ouvir apenas um estilo musical, sendo eclético.

Apaixonado por estudar, ele mergulhou no mundo da informática já aos 10 anos de idade, e logo fez diversos cursos na área. Resultado: aos 13 anos, já dava aulas nesse setor. Em seguida, aprendeu inglês e espanhol, e também virou professor dessas duas línguas.

Fazendo amigos e amigas e sempre buscando ampliar seus horizontes profissionais, ele também criou um pequeno escritório de marketing, montando sites e fazendo trabalhos de divulgação. Além disso, estudou francês e atuou em uma empresa de logística.

Aos 19 anos, realizou um sonho e foi conhecer Londres com um amigo, ficando por lá 12 dias, em 2018. Pouco tempo depois, começou a trabalhar em uma grande rede social, e também iniciou os cursos de Gestão de Tecnologia da Informação, na Fatec de Itaquaquecetuba (cidade onde mora desde os 9 anos de idade) e de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na UniNove de Vila Prudente, nos quais viria a se formar posteriormente.

E a música, perguntariam vocês? Ela corria de forma paralela, com ele aprendendo violão inicialmente em escola e depois por conta própria. Aos 18 anos, lançou sua 1ª música, com boa repercussão. Um produtor musical de Alphaville o aconselhou a adotar um novo nome artístico, e aí Demétrios (por sinal, nome de um grande cantor brasileiro dos anos 1960, de hits como “Ritmo da Chuva”) virou Lucas Ávilla.

Graças à amiga cantora Cristoilma, o agora Lucas conheceu uma de suas duplas favoritas, Gian & Giovanni, acompanhando uma live dos irmãos. “Eles foram muito simpáticos e me deram bons conselhos, entre os quais que eu buscasse uma identidade própria, não imitando ninguém”, relembra o cantor e compositor.

Incentivado pela amiga, Lucas se inscreveu e conseguiu o apoio financeiro da Lei Aldyr Blanc para gravar três singles, e foi aí que ele conheceu Luiz Carlos Maluly, que gostou tanto do trabalho do novo talento que o convidou para entrar em seu elenco de artistas.

Uma das curiosidades em relação ao trabalho de Lucas Ávilla como compositor é que ele conta com o apoio decisivo da família, sempre mostrando as novas músicas, ouvindo as opiniões de cada um e aperfeiçoando cada nova obra, até conseguir o apoio total.

“Minha irmã Lorena é a criativa, quem me dá ideias. Meu pai (José Carlos) é mais coruja, e a mais rigorosa é a minha mãe (Luciana), brinco que ela é o meu certificado ISO 9000 de qualidade, só diz que está bom quando o trabalho realmente está completo”, comenta.

Confira ” Namorada Made in China”:

http://bit.ly/NamoradaMadeInChina_Clipe

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boas notícias

Lucas Avilla interpreta “Ainda tô ai” do Eduardo Costa

Published

on

O cantor e compositor Lucas Avilla interpreta “Ainda Tô Ai” do Eduardo Costa.

“Na minha opinião é uma das musicas mais bonitas da atualidade. Sem falar na inspiração que o Eduardo Costa é para mim e para qualquer outro cantor sertanejo”.

Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=EFTfwRARCyQ

Continue Reading

Boas notícias

Inaldo Lima canta “Aí eu choro” e fica em primeiro lugar

Published

on

Inaldo Lima está trabalhando pra valer seu novo CD e DVD pelo
Brasil e, nesta quinta-feira (22), recebeu a notícia que sua música
“Aí eu choro” está na terceira semana seguida em primeiro lugar
de várias playlists.


Em recente postagem nas suas páginas do instagram e facebook,
Inaldo Lima, que está divulgando essa canção por todo o país,
mostra a novidade, bastidores da gravação e todo seu
romantismo de sempre para o seu público.O lançamento do dvd “Quando o amor domina” foi um trabalho
especial realizado pelo cantor durante a pandemia. “Finalizei esse
projeto em estúdio e apesar de adiarmos quatro vezes a
realização do dvd, gravamos em junho , lançamos em dezembro
passado e estar agora em primeiro lugar das playlists sertanejas
não tem preço”, afirma o cantor.
Em quase trinta anos de carreira, Inaldo já emplacou outros
sucessos como “Cadê você”, Você não me ensinou a te esquecer”,
além de “Vida real” em parceria com o eterno cantor sertanejo
Marciano.
A música “Aí eu choro”, de composição de Guedes Neto, está
disponível nas plataformas digitais, Youtube e em todas as rádios
do Brasil.
Assista “Aí eu choro”:

Acompanhe o cantor nas mídias e conheça mais o seu novo
trabalho : @inaldocantor

Continue Reading

Boas notícias

APÓS MESES LONGE DOS PALCOS, DANI COIMBRA RETORNA COM O SHOW INTIMISTA ‘INDOMÁVEL’ NO TEMÁTICO FLASHBACK RIO

Published

on

O espetáculo “Indomável” acontecerá no “Flashback Ipanema” respeitando todas às
normas da Organização Mundial da Saúde


Créditos: Marcelo Wance
No próximo dia 30, a cantora carioca Dani Coimbra retornará às suas aparições
presenciais, que não acontecem desde o mês de Janeiro, quando realizou seu último
pocket show no “Bar da Alcione”. Pensando na segurança de seu público, ela realizará uma performance intimista na casa “Flashback Ipanema”, esta que vem seguindo todos
protocolos de prevenção contra a Covid-19.
Em um restaurante charmoso, com culinária de máxima qualidade, mesas com
distanciamento social e capacidade reduzida, os fãs poderão embarcar em uma viagem
pelos anos 60, 70 e 80, não deixando de desfrutar de canções que irão da bossa nova ao
pop nacional.


Segundo a cantora, esta exibição será ainda mais especial, afinal, ela cantará pela
primeira vez ao vivo seu novo single de trabalho, “A Beleza É Você Menina”, música que
vem ganhando inúmeras visualizações no YouTube e milhares de comentários nas redes
sociais, sendo 100% aprovada pelos ouvintes.
A primeira faixa divulgada em 2021, trata-se uma releitura autorizada do sucesso que
ganhou o público na voz do cantor Bebeto, em meados de 1970. Composta por Rubens
e o rei do samba rock (Bebeto). Ou seja, a ocasião para espairecer e desfrutar de
músicas de qualidade, possui data e endereço confirmado: 30.07, na Rua Paul Redfern,
nº 33 – Ipanema. Você não vai perder, né?
PARA RESERVAS:
João Luiz Azevedo – (21) 99731.0933

SOBRE DANI COIMBRA

Com uma surpreendente bagagem, Danielle Coimbra, nascida e criada no subúrbio
carioca, é uma das grandes promessas da MPB (Música Popular Brasileira). Filha de uma
sergipana e de um carioca, foi influenciada desde cedo pela diversidade musical do país,
que a incentivou a estudar artes cênicas e também dança, na Faculdade Federal do Rio
de Janeiro.
Seu primeiro CD solo denominou-se “Renda-se”. Ouvindo o disco, encontram-se canções
de jovens compositores amigos, com quem ela já trabalhou durante sua trajetória. Seus
ritmos se misturam e percorrem desde o samba ao jazz, do pop ao xote, promovendo um
diálogo musical entre a tradição e a inovação.
Além de cantora solo, Dani Coimbra é uma das vozes do Bloco Empolga às 9, e com sua
marcante presença de palco, podemos afirmar Danielle Coimbra é a melhor escolha para
os amantes de uma boa música

Continue Reading

Destaque