Conecte-se conosco

Cultura

A NATUREZA NA ARTE, TEMA DA 5ª EDIÇÃO DA BIENAL BELA, COM ARTISTAS BRASILEIROS E EUROPEUS, CHEGA AO BRASIL APÓS EXIBIÇÃO NA FINLÂNDIA.

Publicado

em

Juntando as culturas latino-americana e europeia para discutir a sustentabilidade e a preservação das tradições, a Bienal desembarca no Rio no segundo semestre.
 
A quinta edição da BELA – Bienal Europeia e Latino-Americana de Arte Contemporânea abriu as portas no dia 15 de julho, no Cable Factory Cultural Center, em Helsinque, Finlândia, com a participação de artistas brasileiros e finlandeses, além de outros europeus e latinos (Holanda, Portugal, Itália, México e Argentina), com o tema ‘A NATUREZA NA ARTE’ , para falar sobre SUSTENTABILIDADE, evidenciando a importância destas obras como agentes de reflexão sobre a preservação ambiental, bem como das culturas e tradições. Com a curadoria do brasileiro Edson Cardoso, em parceria com o finlandês Jari Järnström, a Bienal vai até 14 de agosto, quando desembarca no Rio de Janeiro.
 
Um exemplo de sustentabilidade na arte são as obras do artista plástico barramansense Joseph Figorelle, feitas de madeiras reaproveitadas, encontradas em locais onde seriam descartadas. O artista explicou que suas obras não são frutos de reciclagem, mas sim, uma reutilização de produtos naturais.
 
Os trabalhos apresentam estilos  diferentes, contemporâneos, que promovem um diálogo cultural entre a arte européia e a arte latino-americana, especialmente entre a brasileira e a nórdica, mostrando que a distância continental convive em um mesmo espaço, especialmente quando se fala de manifestações humanas em forma de arte.
Fabu Pires

“Para externalizar sentimentos precisamos ser. Para ser, precisamos do planeta. Para manter o planeta precisamos da sustentabilidade e da arte. A convivência entre o mundo da arte e da sustentabilidade são uma tendência da contemporaneidade, com a busca  por estruturas estéticas que correspondam à reflexão  sobre as mudanças  sofridas pela natureza e estimuladas pela sociedade de consumo. A Bela Bienal tem por objetivo expor a importância destas obras como agentes de reflexão sobre a preservação ambiental, principalmente no Brasil”, explica Edson Cardoso.

Com Curadoria Internacional de Jari Järnström, e Curadoria Nacional de Edson Cardoso,  A BELA Bienal, na Finlândia, vai até o dia 14 de agosto de 2021, quando viaja para o Brasil, onde será apresentada em diversos espaços culturais, aproveitando, inclusive, as belezas naturais do Rio de Janeiro. O tema dos trabalhos tem como objetivo mostrar o que está sendo produzido na arte contemporânea, tendo a natureza como base de criação. A exposição tem como público-alvo empresários, profissionais liberais, colecionadores, professores, estudantes e amantes das artes e da natureza.

No Brasil, a Bienal BELA terá início em 04 de novembro, no Centro Cultural Correios RJ e Niterói, além do Città America, na Barra.
ARTISTAS BRASILEIROS:  Ana Paula Lopes/Ademar Galvão/Adilson Barbosa/Adriano Antoine/Alexandre Pinhel/Almir Reis/Alzira Chaloub/Amanda Sanzi/Ana Kariri/Angela Vielitz/Antônia Célia/Beré Magalhães/Carmen Thompson/Carol Couri/Clau Loureiro/Claudiah Arantes/Cota Azevedo /Deborah Netto/Damiana Siqueira/Daniele  Bloris/Diego Mendonça/Edilton Gomes/Edith Rizzo/Fabu Pires/Francelino Mesquita/Francisco Schönmann/Gerard Laurence/Goretti Gomide/Gui Mazzoni/Isabella Leme/Itamar Xavier/Ivo Almico/J.Vasconcellos/Joseph Figorelle/Juarez Leitão/Jussara Santos/Karol Schittini/Lemuel Gandara/Liana González/Luah Jassi/Luiz Macedo/Mara Estela/Márcia Chagas Duque/Márcio Koslowski/Marcus Amaral/Maria Esmênia/Maria Amélia Fonseca/Mariette Silveira/Marilu Andrasan/Maximilian Rodrigues/Monsyerrá Batista/Patylene/Pedro Diniz Kubitschek/Rafael Agostini/Rafael Lucchesi/Ragnaia Coutinho/Roberto Gallo/Roberto Negri/Rodrigo Cid/Rogério Mariano/Rosa de Jesus/Rubia Viegas/Sonnia Guerra/Soraya Kolle/Stela Barreto/Vera Goulart/Vinícius Gomes/Vitor Fio/Walfrido
 
ARTISTAS ARGENTINOS: Jantus
ARTISTA MEXICANA: Linda Achar
ARTISTAS ITALIANOS: Gui Mazzoni /Umberto Nigi  
ARTISTA HOLANDÊS: Adriano Antoine
ARTISTA PORTUGUESA: São Matthias Nunes

ARTISTAS FINLANDESES:  Aino Ulmanen/ Antti Minkkinen/Antti Raitala/Anu Nirkko/Aulikki Nukala/Bela Czitrom/Carita Maury/Eija Keskinen /Erja Laakkonen/Hanna Uggla/Hanna Varis/ Hannu Sillanpää/ Jari Järnström/Jertta Ratia/Joni Ahonen/Katja Ahovalli/Kirsti Tuokko/Kristina Elo/Laura Pohjonen/Liisa Björn/ Maaria Märkälä/Maarit Malin-Pötry/ Maj-Lis Tanner/Marja Hakala/Marja Maljonen/Marjukka Paunila/Marko Viljakka/Merja Hujo/Mika Törönen/Mikko Paakkola/Minna Herrala/Nina Wiskari/Paula Mikkilä/Peter Maury/Piippa Mutikainen/Päivi Kukkasniemi/Päivyt Niemeläinen/Raija Kuisma/Reijo Puranen/RiikkaAhlfors/Seppo Lagom/Sirkka Laakkonen/Sirkka-Liisa Lonka/SirkkuAla-Harja/Tarja Tella/Taru Tomperi/Tytti Götsch/Ulla Remes/Ulla-Maija Vaittinen/Ursula Kianto/Wilma Touru

FICHA TÉCNICA

Exposição de trabalhos de arte contemporânea, com a participação de mais de 100 artistas, da América Latina e da Europa.

Tema: A Natureza na Arte

Curadoria Internacional: Jari Järnström
Curadoria Nacional:  Edson Cardoso
Curadoria Adjunta: Michael Müller
Coordenação Geral: Helena Cardoso/Edson Cardoso
Realização: Ava Galleria
Produção Executiva: Karol Araujo /Victor Vicente
Identidade Visual:  Ailton de Oliveira Guilherme Bonomo
Cenografia e Cenotécnica: Edson Cardoso – AVA Galleria /Guilherme Bonomo
Fotografia:  Marco Rodrigues
Filmagem:  Victor Vicente
Projeto Social: Glória Chan / Carmen Thompson
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Acessibilidade e Inclusão –  presença de intérprete de libras, audiodescrição em eventos presenciais e online, bem como de LSE – Legendagem para surdos e ensurdecidos quando houver exibição de vídeos.

Livre.
Visitação: terça a sexta, das 11h às 19h (Brasil 6h a mais)
                sábado e domingo, das 12h às 18h (Brasil 6h a mais)
Online: pelo YouTube e Instagram.
 
Instagram: @belabienal
Facebook: bela-biennial
 
Contato para entrevistas: Edson Cardoso – whatsapp +358 40 0765576 e  +55 21 98640-9899

Continuar Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Livro mais vendido de Paulo Coelho nos Estados Unidos

Publicado

em

Livro mais vendido de Paulo Coelho nos Estados Unidos está disponível em audiobook com versão exclusiva no Brasil

Com narração de Beth Goulart, plataforma Skeelo disponibiliza uma versão contada da história que fascinou o jogador americano Aaron Rodgers

O livro  ‘O Alquimista’, escrito originalmente em 1988 por Paulo Coelho, voltou ao topo de vendas nos Estados Unidos na última semana após o jogador de futebol americano Aaron Rodgers comentar em um podcast que a obra é uma das suas leituras favoritas. A história que encantou o atleta fala sobre a vida de um jovem pastor que se chama Santiago e que numa noite sonha com um tesouro localizado próximo as pirâmides do Egito. A saga começa exatamente nessa busca por localizar o que viu nos sonhos.

Aqui no Brasil, a obra tem uma versão exclusiva no Skeelo Audiobooks com a delicada narração de Beth Goulart. A história ganha um toque ainda mais emocionante com a narração da atriz. Vale lembrar que ‘O Alquimista’ já foi traduzido para mais de 70 línguas e está entre as obras brasileiras mais traduzidas no mundo.  Além do audiobook, a plataforma Skeelo ainda traz a versão em e-book de ‘Veronika decide morrer’. São mais de 6 milhões de usuários do aplicativo que vão poder conferir esses conteúdos.

O aplicativo Skeelo Audiobooks está disponível para as plataformas iOS e Android, além de permitir completa interação com os sistemas Apple Watch, CarPlay e Android Auto. Além disso, também é possível ler as obras baixando o aplicativo Skeelo Ebook.

Continuar Lendo

Cultura

Bullying: espetáculo A vida de Ben

Publicado

em

Bullying: espetáculo A vida de Ben aborda tema em sessão online

Além da transmissão da peça, programação conta com série de palestras sobre saúde mental

Representar as vivências dos jovens com o Bullying – e promover a conscientização sobre o tema – é o objetivo do espetáculo A Vida de Ben, que será transmitido online nos dias 18, 19 e 25 deste mês, com foco na população de Porto Ferreira (SP). Ao final da exibição da peça acontece uma série de palestras a respeito da saúde mental e adolescência. A programação conta ainda com uma sessão especial com tradução em libras e disponibilização da peça gravada com audiodescrição no dia 26.

Ben é um adolescente muito tímido e que gosta de deixar seus cabelos longos e livres. Tudo ia bem com ele até o dia em que Catinha, Gus e Tony, seus colegas da escola, começaram a persegui-lo por causa do penteado. Enquanto a narrativa avança, descobre-se que todos os bullies de Ben tinham, no fundo, algum tipo de problema pessoal. Depois, mostra-se como esse cenário de insegurança impacta, diretamente, em seus posicionamentos futuros. Por meio do tema bullying, outros assuntos vêm à tona, como racismo, gordofobia, entre outros preconceitos.

BATE-PAPO Ao final de cada transmissão, a psicoterapeuta Eliana F. Falcauza participa com uma palestra acerca de questões abordadas na peça. No dia 18, a especialista falará sobre Bullying, já no dia 19 sobre Gravidez na Adolescência. Fechando a programação, no dia 25, o tema é Inteligência Emocional.

Eliana F. Falcauza é graduada em psicologia, com especialização em Freud e formação em Psicologia Junguiana. Atualmente, o foco da psicoterapeuta é o atendimento clínico de adolescentes e adultos.

ACESSIBILIDADE O projeto também traz sessões com foco na acessibilidade: a transmissão do dia 18 contará com a inclusão de tradução em libras. Além disso, no dia 26, será disponibilizada uma versão gravada do espetáculo com audiodescrição.

A VIDA DE BEN Todas as sessões iniciam às 16h e para assistir basta acessar o canal da Rekriarte Produções, disponível aqui. Ao longo da transmissão, será disponibilizado o QR Code de acesso para o download gratuito de um gibi inspirado na peça. O espetáculo A Vida de Ben é viabilizado pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, com patrocínio da empresa MarGirius.

O projeto é realizado pela Rekriarte Produções com coprodução da D’color Produções Culturais. Ambas são empresas que assessoram, planejam e executam projetos culturais para o desenvolvimento social, em parceria com instituições, produtoras e artistas dos mais diversos segmentos.

MARGIRIUS Com mais de 70 anos de história, a empresa situada em Porto Ferreira (SP) é uma das maiores fabricantes brasileiras de controles elétricos e eletrônicos, com mais de 10 mil tipos de produtos, oferecendo aos clientes produtos diferenciados, além de segurança e qualidade.

A Vida de Ben – Ficha técnica

Elenco: Júlia de Oliveira Silva (Catinha), Rodrigo Ruffeil (Ben), Pedro Henrique Martins (Tony), Alisson Vinicius dos Santos Silva (Gus) | Direção geral: Roberta Melo | Direção cênica: Daniela Melo | Produção Executiva: Marco Antonio Cruz Filho | Produção: Rekriarte Produções e D’color Produções Culturais.

PROGRAMAÇÃO

18/09 (com libras) – live 16h – clique aqui
19/09 – live 16h – clique aqui
25/09 – live 16h – clique aqui
26/09 (gravação com áudio-descrição) – 16h – YouTube Rekriarte Produções

SERVIÇO
Espetáculo online A Vida de Ben
Datas: de 18 a 26 de setembro
Onde assistir? Canal da Rekriarte Produções no YouTube – clique aqui
Classificação: Livre
Evento gratuito
Mais informações: (19) 3256-4500 | contato@dcolor.art.br

Se você precisar de mais informações, estamos à disposição!

Abraços virtuais,
#timearmazém

Continuar Lendo

Cultura

UBOOK lança documentário “O Massacre de Realengo – Marcas de uma tragédia”

Publicado

em

Em nova produção original da plataforma, o áudio documental relembra o ataque que chocou o país em 2011

13 de setembro de 2021 – Após uma década do massacre ocorrido em uma escola do bairro de Realengo, no Rio de Janeiro, a Ubook, maior plataforma de audiotainment da América Latina, lança no dia 14 de setembro o documentário em áudio “O Massacre de Realengo – Marcas de uma tragédia”, sobre o ataque que deixou 12 crianças e adolescentes mortos e outros 13 feridos. A produção original apresenta as lembranças de quem viveu a tragédia, os aprendizados adquiridos ao longo dos anos e os motivos que levaram um jovem a cometer aquele ato de terror, além das medidas tomadas para se evitar episódios semelhantes no futuro.

 

No dia 7 de abril de 2011, por volta das 8h30 da manhã, Wellington Menezes de Oliveira entrou armado na escola municipal Tasso da Silveira, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, deixando dezenas de mortos e feridos. Os momentos de tensão e medo vividos pelos sobreviventes e familiares são relatados no documentário. Algumas vítimas contam ainda como foi o “seguir em frente” em suas vidas, após a chacina. “Nossa ideia com este documentário não é apenas mostrar os detalhes deste crime horroroso. Queremos reforçar a necessidade de mudanças para assegurar que novas vidas não sejam perdidas e que nossas crianças e adolescentes tenham um ambiente protegido enquanto estudam”, explica Darla Almeida, Gerente Editorial de Conteúdos Originais da Ubook.

 

Quando o massacre de Realengo aconteceu, crimes dessa natureza, até então, não tinham precedentes no Brasil. Infelizmente, ele não foi o único, episódios parecidos voltaram a atormentar diversas famílias. O enredo desta história, recontada agora pela Ubook, também cita outros casos que abalaram o País, como o ocorrido em Suzano, cidade da Região Metropolitana de São Paulo, em 2019, quando dois ex-alunos invadiram a Escola Estadual Raul Brasil e mataram sete pessoas, entre alunos e funcionários. Em maio deste ano, mais um drama foi vivido na cidade de Saudades, em Santa Catarina, quando um jovem de 18 anos invadiu uma creche com uma faca e matou três crianças e duas funcionárias.

 

Os depoimentos para elaboração do áudio documental foram concedidos de forma remota, entre os meses de junho e agosto de 2021, respeitando as limitações impostas pela pandemia causada pelo novo coronavírus. “O Massacre de Realengo – Marcas de uma tragédia” é uma produção original do Ubook e estará disponível dia 14 de setembro pelo site ou aplicativo (IOS e Android) da plataforma.

 

Sobre a Ubook

Lançada no início de outubro de 2014, a Ubook é o maior aplicativo de audiotainment da América Latina. Por um valor mensal é possível ter acesso ilimitado a todo o catálogo através do aplicativo. Além dos audiobooks e podcasts, a Ubook inovou o segmento trazendo também séries e documentários originais, notícias e ainda ampliou sua oferta ao disponibilizar também ebooks para seus assinantes. Com a crescente demanda por conteúdo em áudio no país, a plataforma lançou recentemente a Ubook Music e a Ubook FM, uma nova área que oferece música de diversos gêneros para assinantes e não assinantes. Para saber mais acesse: www.ubook.com

 

Continuar Lendo

Destaque