Connect with us

Informação

Apenas 28% dos consumidores confiam no manuseio adequado e na segurança dos alimentos, indica estudo da Zebra Technologies

Published

on

Pesquisa ainda aponta que 60% não voltariam a um restaurante onde a comida os tivesse feito passar mal

São Paulo, 26 de abril de 2021 – A Zebra Technologies Corporation (NASDAQ: ZBRA), uma empresa inovadora, que conta com soluções tecnológicas e parceiros que permitem aos negócios serem mais competitivos, anuncia hoje os resultados do Estudo de Segurança da Cadeia Alimentar. Segundo a pesquisa, somente 28% dos consumidores confiam no manuseio adequado e na segurança dos alimentos.

A pesquisa traz achados com base em entrevistas com mais de 5400 consumidores e líderes da indústria de alimentos e bebidas ao redor do mundo, inclusive na América Latina e no Brasil. Empresas de diversas áreas do setor, como distribuição e armazenamento, supermercados e restaurantes, foram consultadas a respeito de segurança, rastreabilidade e transparência de processos.

Os consumidores entrevistados expressaram que suas principais fontes de preocupações em relação à segurança alimentar são a higiene das equipes nas cozinhas de restaurantes, as doenças transmitidas pela comida, intoxicações causadas por alimentos contaminados e o recall de produtos comprometidos. De acordo com o relatório, 60% nunca mais voltariam a um restaurante onde tivessem contraído uma doença de origem alimentar ou uma intoxicação.

O estudo ainda aponta que 86% dos entrevistados consideram que as empresas do setor desempenham um papel fundamental na implementação de soluções que garantam a segurança alimentar, assim como acreditam que elas têm responsabilidade ética de assegurar o manuseamento adequado dos alimentos. Para 82% é importante saber como sua comida é processada, preparada e manuseada. Também manifestaram interesse em saber sobre sua procedência 79% deles. “Este é um número que tem crescido nos últimos anos”, analisa o Vice-Presidente de Vendas da Zebra no Brasil, Vanderlei Ferreira.

No entanto, existe uma lacuna significativa entre as opiniões dos consumidores e o que pensam os líderes do setor. Quase 70% dos tomadores de decisão consideram que a indústria está pronta para gerenciar a rastreabilidade e a transparência no manuseio de alimentos e 22% acreditam que ela está preparada para apresentar ao cliente o percurso dos alimentos ao longo da cadeia de suprimentos. Esses números caem para 40% e 22%, respectivamente, na opinião dos consumidores.

“Os resultados do nosso estudo mostram que, embora a indústria esteja tomando medidas para garantir uma cadeia de suprimentos mais transparente, é preciso continuar trabalhando para aumentar a confiança do consumidor e melhorar a rastreabilidade dos alimentos”, ressalta Ferreira. “Atualmente, as empresas do setor têm mais informações à disposição, mas precisam fazer mais esforços para compartilhá-las com o consumidor, que está em busca de mais conhecimento sobre o que está ingerindo”, adiciona.

Um ponto chave identificado na pesquisa é o papel que a tecnologia pode desempenhar para ajudar o setor a ultrapassar esses desafios, tanto a curto quanto a longo prazo. A grande maioria (97%) dos líderes reconhece que os investimentos em soluções tecnológicas para a rastreabilidade de suas operações proporcionam uma vantagem competitiva, pois os ajudam a atender melhor às expectativas dos consumidores.

Tomadores de decisão destacam como os principais benefícios do uso da tecnologia: a redução do risco no manuseio dos produtos, a garantia de transporte e armazenamento adequados aos alimentos e o monitoramento da validade dos itens. Para 47% deles, as etiquetas RFID podem melhorar a rastreabilidade dos alimentos na cadeia de abastecimento mais do que qualquer outra tecnologia. No entanto, apenas 42% usam essa solução em suas organizações atualmente.

Outras tecnologias identificadas como essenciais para ganhar a confiança do consumidor e fornecer informações transparentes incluem: computadores móveis, impressoras móveis de etiquetas de código de barras, scanners robustos e etiquetas ou rótulos especialmente projetados para alimentos e suas embalagens. A tecnologia Temptime, por exemplo, propicia rótulos e etiquetas que sinalizam quando um produto é armazenado fora das condições ideais de temperatura. A solução é ideal para alimentos que dependem de uma cadeia de frio eficiente, como carnes, laticínios e congelados. Mais de 90% dos líderes pesquisados esperam usar essas soluções móveis nos próximos cinco anos, com o objetivo de rastrear digitalmente produtos alimentícios.

###

Sobre a Zebra Technologies

A Zebra (NASDAQ: ZBRA) capacita a linha de frente em varejo/comércio eletrônico, manufatura, transporte e logística, saúde, setor público e outras indústrias para alcançar uma vantagem de desempenho no negócio. Com mais de 10 mil parceiros em 100 países, a Zebra oferece soluções completas e personalizadas para permitir que cada ativo e trabalhador fique visível, conectado e totalmente otimizado. As soluções líderes de mercado da empresa elevam a experiência de compra, rastreiam e gerenciam o estoque, bem como melhoram a eficiência da cadeia de suprimentos e o atendimento ao paciente. Em 2020, a Zebra foi incluída na lista Forbes Global 2000 pelo segundo ano consecutivo e foi listada entre as Melhores Empresas para Inovadores da Fast Company. Para obter mais informações, visite www.zebra.com ou inscreva-se para receber alertas de notícias. Participe do blog Your Edge da Zebra. Siga a empresa no LinkedIn, Twitter e Facebook.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informação

Mulheres assumem cabelos brancos na quarentena e a dermatologista Carla Bortoloto explica sobre os cuidados com esses fios

Published

on

O isolamento social, devido à pandemia, trouxe uma nova atitude às mulheres que nunca aceitavam seus cabelinhos brancos que insistem em nascer todos os meses: assumir estes fios sem coloração alguma!

Neste novo momento, as madeixas brancas e a fase de transição vieram sem culpa, trazendo o sentimento de que estão seguras e bonitas.

A causa do surgimento dos cabelos brancos em pessoas mais jovens é quase sempre genética. “Deve-se buscar alguma alteração metabólica no sentido nutricional. A baixa ingestão de cobre pode levar a um embranquecimento precoce dos cabelos, mas isso é raro. Alimentos que contêm cobre são os frutos do mar e o chocolate amargo”, explica Carla Bortoloto, médica especializada em Dermatologia clínica e cirúrgica, tricologista, professora da Pós-Graduação em Dermatologia das Faculdades BWS, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD) explicar algumas dúvidas sobre cabelos brancos.

O cabelo branco aparece porque ocorre um fenômeno anatômico chamado apoptose, que é uma morte celular programada do melanócito (célula que produz a melanina, pigmento que dá a cor aos pelos e à pele).

O estresse, ao contrário do que se pensa, não apenas desencadeia o processo, mas também faz com que os cabelos caiam mais depressa. Como os cabelos brancos são mais espessos, eles demoram mais a cair, dando a impressão de que os cabelos ficaram mais brancos.

O sol piora a qualidade da proteína da qual é feito o cabelo. “Os brancos não têm a proteção da melanina, portanto sofrem mais ainda a agressão. Têm que ser protegidos com filtro solar e na piscina o cuidado é com o cloro e com o cobre na água que podem mudar um pouco a cor dos brancos (deixá-los mais amarelados). Portanto o ideal é usar uma proteção com silicone nas piscinas”, afirma Carla Bortoloto.

As diferenças raciais influenciam no surgimento dos cabelos brancos, mas dependem dos genes. Nos brancos a canície se dá entre 35 e 45 anos. Nos amarelos entre 45 e 55 e nos negros só depois dos 55 anos.

Para quem prefere não pintar, a indicação com os cuidados é utilizar sempre xampus especiais para cabelos brancos (que protegem contra o amarelamento e os mantêm mais brancos) e fazer uso de boas hidratações capilares. “Outro motivo do aspecto amarelado geralmente é devido à sujidade acumulada”, finaliza Carla Bortoloto.

Sobre a Dra.Carla Bortoloto

Médica especializada em Dermatologia clínica e cirúrgica, tricologista, professora da Pós-Graduação em Dermatologia das Faculdades BWS, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD)

Continue Reading

Informação

Dr. Thiago Marra vai retirar silicone industrial da Luisa Marilacc. Trans ganhou R$ 20 mil do comediante Carlinhos Maia

Published

on

Dr Thiago Marra irá realizar a retirada do silicone industrial da youtuber, nesta sexta-feira (07/05). O silicone industrial pode parecer uma alternativa mais em conta, mas os riscos associados a ele vão de deformações no contorno corporal até morte. Esse tipo de silicone é nocivo à saúde. Ele não fica apenas no lugar onde é aplicado ele se espalha pelo corpo, causando um quadro crônico de infecções.

Brasil, maio de 2021: A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária explica que proíbe o uso do silicone industrial em procedimentos estéticos. O silicone industrial não deve nunca ser utilizado no corpo humano e tem como finalidade a limpeza de carros e peças de avião, impermeabilização de azulejos, vedação de vidros, entre outras utilidades.

Porém, o desvio de sua correta utilização, servindo como material para cirurgia plástica, por exemplo, é considerado crime e pode causar sérios riscos à saúde. Mesmo sabendo dos riscos, existem pacientes e “profissionais” que fazem esse tipo de aplicação, contra a lei, e que danifica muito o corpo podendo até levar a óbito.

Luisa Marilac na adolescência colocou dois litros de silicone industrial nos seios, e hoje estão provocando muitas dores, e nenhum remédio é capaz de acalmar a dor da youtuber. “vou fazer a retirada do silicone industrial dos seios. Senti uma energia com o Dr Thiago Marra, diferente, por isso fechei com ele”, comenta Luisa, ao informar que se consultou com outros cirurgiões, mas que não sentiu firmeza.

O Dr Thiago Marra, o querido das celebridades, irá realizar essa cirurgia. “É uma cirurgia complexa, ontem ela me entregou os exames e marcamos a cirurgia para sexta-feira (07/05), em São Paulo, no período da manhã, as expectativas são altas, e será um sucesso. Tudo será feito com muita cautela para que não haja complicações. Lembrando que silicone industrial é proibido.” comenta o Dr sobre a cirurgia da youtuber e informa que é proibido usar silicone industrial.

Consultórios:
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550, 1914 – Vila Cordeuri – São Paulo
Rua Doutor José Lourenço, 2710 – Fortaleza
Rua Rio Grande do Norte, 726, Sala 603 – Minas Gerais

Quem é Dr. Marra?

Thiago Marra é doutor especialista em rinoplastia. Ele nasceu em Belo Horizonte e vem de uma família tradicionalmente de médicos. Formou-se no colégio Loyola, um dos mais conceituados de Belo Horizonte, e cursou medicina na FCMMG (Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais) – nota 5 no ENADE e uma das mais antigas e tradicionais faculdades de medicina do país. Em janeiro de 2012, ingressou no serviço de pós-graduação de cirurgia-geral pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte na equipe cirúrgica do dr. Nancran. Durante dois anos em tempo integral, dedicou-se dentro de um dos maiores hospitais públicos da América Latina, com mais de 1.000 leitos no SUS, a aprender tratar cirurgicamente dezenas de patologias como hérnia inguinal, hérnia umbilical, colecistectomia (retirada de vesícula), abdómen agudo, tumores intestinais, dentre outros. Após concorrer a disputada vaga em cirurgia plástica, com mais de 40 candidatos para duas vagas, ele foi aprovado no serviço no Hospital Universitário de Ciências Médicas. Foram três anos de muito aprendizado ao lado de mais de 14 preceptores, dentre eles mestres e doutores, e mais de 8.400 horas cumpridas.

Continue Reading

Informação

Leilões oferecem veículos usados e seminovos, com preços abaixo do mercado.

Published

on

Matheus Peixoto, especialista em leilões, considera mais seguro e vantajoso comprar carros usados em leilões e o melhor são os preços bem abaixo no mercado nos lances.

Os leilões acontecem diariamente no Brasil e oferecem produtos de todos os tipos para todos os bolsos, incluindo automóveis. Desde carros de luxo, até modelos populares, sabendo garimpar, é possível economizar até 40% na compra destes produtos. É o que explica Matheus Peixoto, especialista em leilões que está prestes a lançar um curso sobre o assunto, tamanha a sua paixão em dar lances. Segundo ele, há ofertas de automóveis de todos os tipos e ele mesmo já adquire carros dessa forma. “Já vi carros antigos de colecionador, Ferraris e até carros populares, há de tudo, exceto carros 0Km, estes são raríssimos, embora seja possível encontrar”, explica. O fato de na maioria das vezes serem usados ou seminovos não é um empecilho, visto que o interesse por estes veículos cresceu durante a crise. Houve incremento de 15,1% nas vendas de veículos usados no mês de fevereiro de 2021 na comparação com o mesmo mês do ano passado, conforme dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores).

Matheus considera vantajoso adquirir carros desta forma. “Compro por um preço em conta, ando com ele por um período e posso vender sem prejuízo, pois adquiri por um preço abaixo do mercado”, revela. Além do valor mais baixo, os leilões oferecem mais segurança. Peixoto explica que é necessário ler todo o edital e o catálogo do leilão atentamente, nos documentos constam as especificações dos ítens, como estado de conservação, possíveis defeitos e a situação da documentação, como dívidas em aberto e informações a serem consultadas no Detran de cada estado. Isso evita surpresas desagradáveis. “Eu geralmente falo que carros de leilão são de procedência mais segura do que os que se compra pela internet, por exemplo. Pois quem anuncia em sites de compra e venda pode esconder defeitos e problemas legais, enquanto que no leilão tudo é previamente especificado”. Portanto, a dica é se preparar para oferecer um bom lance, mas antes, ler atentamente cada linha.

Quem é Matheus Peixoto

Matheus Peixoto é especialista em vendas online e se dedica a leilões. Após anos frequentando este meio e adquirindo inúmeros produtos, está prestes a lançar seu próprio curso para quem busca se lançar neste mercado. Matheus posta dicas em seu perfil no Instagram para seus 154 mil seguidores que buscam informações sobre como adquirir as melhores oportunidades nestes lances.
Fonte: Bueno & Vivire Assessoria de Imprensa e Comunicação
Instagram matheuspeixoto3.0

Continue Reading

Destaque

Copyright © 2021 ocimar.com. Todos os direitos reservados.