Connect with us

Boas notícias

MARCELLA BÁRTHOLO ESTARÁ NA LIVE DO MUSICAL BRILHA LA LUNA NO PRÓXIMO SÁBADO

Published

on


A atriz e cantora, protagonista do espetáculo, participará do evento no perfil oficial do musical, que é inspirado nas canções da banda Rouge

A jovem atriz e cantora amazonense Marcella Bártholo, que ganhou projeção nacional ao participar do The Voice Kids, na TV Globo, participará de uma live no próximo sábado, dia 4 abril, às 18h, no perfil oficial do Instagram do musical @brilhalalunaomusical. Marcella irá contar curiosidades da sua preparação, dos bastidores do espetáculo, além de cantar e interagir com o público respondendo as perguntas feitas na hora. Outros atores do elenco estão participando de lives ao longo da semana.

Marcella faria sua estreia na cidade de São Paulo, como protagonista do Musical Brilha La Luna, dividindo o papel com Carol Botelho, no Teatro Raul Cortez, no dia 28 de março. Seguindo as recomendações das autoridades de saúde, como medida de segurança e pensando no bem-estar do público e das pessoas que trabalham na equipe de organização e produção, o espetáculo está suspenso, sem previsão de estreia.

“Entendemos que ficar em casa, neste momento, é uma forma de prevenção. As lives ajudam a aproximar o elenco do público, assim podemos retribuir todo carinho que recebemos deles quando estamos no palco”, comenta Marcella. Que completa: “todo artista quer estar no palco, junto com seu público, mas agora é hora de ficar dentro de casa e pensar em todas as pessoas que você pode ajudar com essa medida simples”.

“Estou pronta para ajudar as pessoas dessa cidade que me acolheu como uma filha, me coloquei à disposição de vizinhos e amigos que fazem parte do grupo de risco para ajudar no que precisarem”, informa Marcella. Morando há dois anos no Rio de Janeiro, a atriz também estava finalizando os ensaios para entrar em cartaz com o Musical O Mágico de Oz, no Teatro Vannucci no Shopping da Gávea.

A Carreira:

Aos três anos de idade Marcella iniciou no balé clássico. Desde os 10 anos, frequenta aulas de Jazz e Hip Hop, o que, segundo ela, ajuda bastante na sua performance no palco, quando está cantando. No teatro, a jovem atriz acumula experiência. Aos seis anos foi protagonista da peça “Le Vam Vum”, apresentando-se no Teatro Amazonas, com casa lotada. Aos oito encenou “A menina que perdeu o Natal”, no Teatro La Salle. Marcella diz que a música, a dança e o teatro são suas grandes paixões. “Não consigo me imaginar no futuro, deixando de fazer alguma dessas coisas”.

No mesmo ano em que participou do programa The Voice Kids, em 2017, a amazonense assinou o roteiro musical de “Dream – O Musical”, espetáculo que contava sua trajetória profissional até então, com 15 anos de idade. Ainda em 2017, atuou em “Kids – O Show”, produção que contou com a participação de mais seis integrantes do programa The Voice Kids daquele ano. O espetáculo contou com músicas que foram apresentadas por eles durante o programa e canções que marcaram a vida profissional de cada um.

Já atuou em algumas produções teatrais que alcançaram sucesso de público e crítica, como o musical Fame (por duas temporadas), Peter Pan, Cartas para Gonzaguinha, Aconteceu de Acontecer Assim e Despertar da Primavera, além da primeira temporada de Brilha La Luna, todas na cidade Maravilhosa.

Brilha La Luna:

O musical tem o texto assinado por Juliano Marceano e direção geral de Pedro Rothe. Também fazem parte do elenco do espetáculo Thuany Parente, Nicolas Ahnert, Júlia de Aquino, Robson Lima, Fernanda Gabriela, Bruno Boer, Amanda Doring, Daniel Haidar, Luiza Carvalho, Yasmin Lifer, Carol Donato, Nina Rodrigues, Lucas Becerra, Luke Lima, Júlia Sanches, Vitória Eliza e Ana Bia Matto. Brilha La Luna é a primeira produção original da LAB Cultural, produtora encabeçada por José Vinicius Toro e Grazy Pisacane.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boas notícias

Instituto Gourmet cria campanha de Dia das Mães com a mãe de Gil do Vigor

Published

on

Dona Jacira Santana está conquistando cada vez mais seguidores em suas redes sociais e foi convidada a ser aluna da rede

Carismática, engraçada e autentica, essas são algumas características de dona Jacira Santana, mãe de Gil do Vigor. Fazendo sucesso com sua espontaneidade nas redes sociais, ela viu sua vida mudar com a participação de seu filho no maior reality show do país.

A mais nova influenciadora digital está conquistando o coração das marcas que se identificam com ela. Como no caso do Instituto Gourmet, maior rede de franquias de ensino profissionalizante em gastronomia. A rede criou uma ação especial no dia das mães inspirada na “mãe mais vigorosa do Brasil”.

“Nos encantamos com a história de Gil no reality e pesquisando um pouco sobre ele, descobrimos que sua mãe é apaixonada por gastronomia, ou seja, tudo a ver com a rede”, comenta Robson Fejoli, sócio diretor da marca.

Focando na transformação de vida de seus alunos, a rede presenteou Dona Jacira com um curso à sua escolha, para que ela possa aprender e empreender na gastronomia. “Também vamos presenteá-la com um almoço especial no próximo dia 09. Escolhemos o prato favorito de Gil, baião de dois”, comenta.

A ação acontecerá no Instagram da rede e de Dona Jacira, reforçando como a educação profissional pode transformar vidas. “Estamos muito felizes com a participação de Dona Jacira nessa campanha tão especial para nós”, finaliza Fejoli.

Sobre o Instituto Gourmet

O Instituto Gourmet é a maior rede nacional de franquia especializada em cursos profissionalizantes na área da gastronomia. Criado para quem deseja ingressar no mercado gastronômico e obter formação profissional da área, o Instituto oferece opções de cursos de curta ou longa duração, com flexibilidade nos horários e foco na interação do aluno. Criada em 2014, a rede ingressou no franchising em 2017 e já conta com mais de 100 unidades comercializadas em todo país.

Continue Reading

Boas notícias

VANESSA JACCOUD CRIA ASSOCIAÇÃO TRANquilaMENTE PARA TRANSGÊNEROS

Published

on

Transgeneridade não é doença, é identidade de gênero.
psicóloga Vanessa Jaccoud criou a Associação TRANquilaMENTE, para atender indivíduos transgêneros e suas famílias, com uma equipe formada por psicólogos, psiquiatra, endocrinologista, fonoaudiólogo, cirurgião e todos os profissionais necessários ao melhor atendimento de cada caso. Localizada no Recreio dos Bandeirantes, RJ, terá valor popular e deve começar o atendimento em junho, ao final das obras. 
Depois de se aprofundar sobre o assunto durante a pandemia, de vivenciar em pacientes os desafios enfrentados, Vanessa decidiu mudar o foco do atendimento que realizava no Terreirão e se dedicar aos transgêneros, cuidando de sua saúde mental e física. Futuramente, espera agregar parceiros que possam promover a manutenção da Associação, bem como capacitação, workshops e cursos.

De acordo com a Dra. Vanessa Jaccoud, a condição de ser “trans” é muito mais complexa, tanto na teoria quanto na prática. Além de outros impactos ligados à questão da transgeneridade, existem problemas e estigmas mais evidentes como a não aceitação na sociedade, dificuldades na hora de conseguir um emprego, conquistar a redesignação sexual, mudança para o nome social, além de tanta discriminação e preconceitos, os quais não faltam desde o início do percurso de transição até a fase de maturação da transição em si. Existem ainda outros obstáculos mais graves, que influenciam o fator psicológico. Tudo é delicado e complexo nesta área do humano.

O processo de percepção da própria transgeneridade se dá, através de alguns indicadores no próprio desenvolvimento humano, tal como a incongruência de gênero, que provoca intensa inquietude e incômodo ao indivíduo trans, por entender que o seu corpo não reflete o que este realmente é. Esta falta de identificação acaba ocasionando outros problemas, como ansiedade, angústia, depressão, e até mesmo questões mais graves, como ideações e tentativas de suicídio, pois, de forma perturbadora, pode transformar tanto os sentimentos da pessoa, quanto ocasionar problemas familiares e profissionais.
Existe muita confusão com relação às diferenças de orientação sexual e identidade de gênero, mas a Dra. Vanessa Jaccoud explica: “a orientação sexual faz com que uma pessoa busque relacionamentos afetivo-sexual com pessoas do mesmo sexo (homo), sexo oposto (hétero) e ambos (bi), isso se ela não for um indivíduo assexual (não tem interesse na atividade sexual) ou pan (atração por pessoas, independente de seu sexo ou identidade de gênero). Já na identidade de gênero a questão é o sentir-se, perceber-se e identificar-se como mulher, homem ou ter uma identificação fluida entre os dois”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) mudou esse entendimento em seu guia que serve de referência para estatísticas e diagnósticos médicos: ser transgênero – em geral, ter uma identidade de gênero que não corresponde ao seu sexo atribuído ao nascer – não é doença.
Transgêneros são pessoas que não se identificam com seu sexo biológico designado ao nascer. Pode ser um homem que se enxerga como mulher, uma mulher que entende como homem ou ainda alguém que acredita não se encaixar perfeitamente em nenhuma destas possibilidades. A nova definição da OMS acaba na prática com a noção que se tinha a respeito de pessoas transgênero. É preciso sempre ter respeito e informação.

Sobre a Drª Vanessa Jaccoud  (CRP 05/47172)

Psico-Oncologista, Psicossomatista, Psicóloga clínica com diversas especialidades também em Psicossomática, Dor crônica, Residente no Ambulatório de Psicossomática da Santa Casa de SP.Membro Titulada de importantes Sociedades nacionais e internacionais de saúde (ABMP-SP, SBPO e WPATH), a Dra. Vanessa Jaccoud atende pacientes nos 3 consultórios do Rio e na Santa Casa de São Paulo, além de 8 países – USA (New Orleans, New York, Florida, Massachusetts, Connecticut), Bélgica, França, Portugal, Líbano, Tailândia, Inglaterra e Holanda. Primeira mulher do Brasil a fazer parte da WPATH (World Professional Association for Transgender Health).
* Atualmente com certificação mundial em cuidados aos pacientes Transgêneros* Autora do livro “Transgeneridade: um caso espiritual”, a ser lançado em breve.
Associação TRANquilaMENTE (21)97353-2922          
Instagram: @dravanessajaccoud

Continue Reading

Boas notícias

BELEZA/COMPORTAMENTO – BIOMÉDICA JULIANA SIRUFFO FALA SOBRE AUMENTO NA PROCURA POR BIOESTIMULADORES

Published

on

BIOMÉDICA JULIANA SIRUFFO FALA SOBRE  AUMENTO NA PROCURA POR  BIOESTIMULADORES
Pele, maior órgão do corpo humano, deve ser tratada para manter saúde física e mental.

Autoestima. Saúde mental. Corpo saudável. Reinvenção. São palavras que têm marcado a pandemia e a forma como as pessoas lidaram com o home office, o lockdown, a impossibilidade de sair para cuidar de si ou do outro.  

Essa nova visão da realidade impactou os cuidados com a saúde, levando à busca por tratamentos estéticos que não valorizassem apenas a beleza, mas principalmente a qualidade de vida e o bem estar. Além disso, a parte financeira influenciou na busca por tratamentos  com resultados mais rápidos, indolores e minimamente invasivos, como os bioestimuladores de colágeno.
 A função dessa classe de procedimento é repor os nutrientes perdidos(como colágeno e elastina) com a idade e induzir o organismo a produzir mais e ao produzir você sente o viço, a hidratação e sustenção a em resposta  essa produção.

Ao lado da boa forma física e da tonicidade muscular, o colágeno é uma das principais proteínas estruturais da pele, e a sua presença na composição corporal é sinal de jovialidade. Seu objetivo é proporcionar uma pele mais viscosa e com menos rugas. A pele é o maior órgão do corpo humano e precisa sempre estar bem cuidada para evitar doenças e outros problemas. Isso é possível graças à aplicação de substâncias que ativam a produção de colágeno da pele, restaurando o volume e o contorno da face – os bioestimuladores.

Segundo a Dra. Juliana Siruffo, a grande vantagem é a facilidade e rapidez com que podem ser aplicados, no próprio consultório, sem anestesias injetáveis, permitindo que o paciente volte às atividades normais em poucas horas.

Juliana Siruffo é Biomédica, apaixonada por ciência. Mestranda em Genética na UFRJ e pós graduanda em biologia molecular.  

Instagram: @drajulianosiruffo 
Endereços:Centro Capilar Sheila Belloti Av. das Américas, 17.150 – prédio A5 – sala 349 – Recreio Rua Dalcídio Jurandir, 255 – sala 247 – Island Personal Office – Barra

Continue Reading

Destaque

Copyright © 2021 ocimar.com. Todos os direitos reservados.